Rossi está pronto para acabar com seca

Italiano quer acabar com jejum de vitórias em Portugal, palco de seu último triunfo.

Por Adilson

Valentino Rossi está de olho na vitória, no GP de Portugal, esse final de semana, para acabar com o jejum de vitórias.
 
O heptacampeão da MotoGP não pisa no andar mais alto do pódio há seis corridas, maior período desde que ingressou na categoria em 2000.

Rossi retornará ao palco de sua última vitória e, como terminou em segundo na última prova em Jerez, o italiano está ansioso para colocar um fim nessa secura de vitórias em Estoril.

“Ano passado, em Estoril, foi uma grande corrida. Travei uma bela batalha com Pedrosa e foi um dos pontos altos da temporada para nós. Foi também minha última vitória e espero poder repetir o resultado esse ano”, disse Rossi.

"Jerez foi muito importante para nós, pois o segundo lugar em apenas duas corridas com os pneus Bridgestone, e depois das dificuldades que tivemos no Catar, nos deu uma confiança muito grande”, declarou.

“Nossa moto estava andando forte e o composto de pneu funcionando bem até o final. Depois, na segunda-feira, nos testes na Espanha, demos mais alguns passos importantes com os solados Bridgestone e agora estamos prontos para brigar por vitórias”, afirmou.

Seu companheiro de equipe, Jorge Lorenzo, irá correr pela primeira vez no traçado português na principal categoria das motos.
 
O espanhol, que teve um ótimo desempenho nas duas primeiras corridas, falou que seu principal objetivo na temporada é continuar aprendendo o máximo possível.

"Estou muito feliz até aqui, conseguimos fazer dois pódios nas minhas duas primeiras corridas na MotoGP”, disse o novato. “É claro que queria ter vencido em Jerez, mas acho que ainda é cedo para se preocupar com vitórias, estamos trabalhando bastante e progredindo bem, e isso é o mais importante”.

“É o primeiro traçado que vou correr esse ano que ainda não tinha feito nenhum teste, então será um novo desafio. Terei que me adaptar já na sexta-feira com a equipe. Mais uma vez, entretanto, minhas armas para essa corrida são as mesmas: aprender, aproveitar, improvisar e fazer meu melhor”, finalizou Lorenzo.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br