Rossi enfim volta a vencer na MotoGP

Italiano impôs o ritmo para bater Daniel Pedrosa e Casey Stoner na luta pela vitória em Xangai.

Por Adilson

Valentino Rossi terminou a seqüência de sete corridas sem vencer com uma grande demonstração no GP da China de MotoGP, repetindo o triunfo de 2005 em Xangai para garantir a primeira vitória desde o GP de Portugal de 2007. O italiano lutou com o novo líder do Campeonato do Mundo de Daniel Pedrosa durante a maior parte da corrida.

Largando da segunda posição, Rossi envolveu-se numa grande batalha nas primeiras voltas entre os líderes. Para evitar qualquer fuga por parte de Pedrosa, o penta campeão Mundial, igualou o rival espanhol em todas as voltas para finalmente efetuar o seu ataque na nona volta.

Depois de assumir o controle, “O Doutor” aumentou o ritmo para garantir a primeira vitória com pneus Bridgestone, estabelecendo ainda o novo recorde da pista com um tempo de 1m59,273s na 18ª volta.

Rossi está apenas a nove pontos de Pedrosa na classificação depois de ter se tornado o quarto vencedor do ano em igual número de corridas. Pedrosa deu o seu melhor para tentar se isolar nos momentos iniciais, mas acabou tendo que se contentar com a segunda posição, passando a ser o único piloto que esteve em todos os pódios de 2008 até ao momento.

De regresso ao pódio depois de duas corridas de ausência esteve o campeão do mundo de 2007, Casey Stoner, que completou a lista dos três primeiros, composta apenas por pilotos que já tinham ganhado em Xangai. O vencedor do ano passado não conseguiu fazer parte da luta pela vitória, mas está agora numa posição mais confortável no campeonato, apesar de não estar totalmente contente com o desfecho.

Com um resultado muito importante terminou Jorge Lorenzo, ao ser quarto depois de uma recuperação final, pilotando além da dor do tornozelo fraturado e outras lesões neste dia em que celebrou 21 anos. Fora do pódio pela primeira vez esta época, o espanhol foi, ainda assim, recebido como herói no regresso ao Box da Fiat Yamaha.

Marco Melandri conseguiu o melhor resultado desde que se juntou à Ducati, terminando na quinta posição, à frente do Campeão do Mundo de 2006 Nicky Hayden. Colin Edwards, da Tech3 Yamaha, Toni Elias, o veterano Loris Capirossi, da Suzuki, e Shinya Nakano, da Honda, completaram a lista dos dez primeiros, enquanto Chris Vermeulen, da Suzuki, foi a única desistência.

Resultado do GP da China:
1) Valentino Rossi (ITA/Fiat Yamaha/B), 44min08s061
2) Daniel Pedrosa (ESP/Honda/M), + 3s890
3) Casey Stoner (AUS/Ducati/B), + 15s928
4) Jorge Lorenzo (ESP/Fiat Yamaha/M), + 22s494
5) Marco Melandri (ITA/Ducati/B), + 26s957
6) Nicky Hayden (EUA/Repsol Honda/M), + 28s369
7) Colin Edwards (EUA/Tech 3 Yamaha/M), + 29s780
8) Toni Elias (ESP/Alice Team/B), + 30s225
9) Loris Capirossi (ITA/Rizla Suzuki/B), + 31s440
10) Shinya Nakano (JAP/Honda/B), + 35s969
11) Andrea Dovizioso (ITA/JiR Team Scot/M), + 36s246
12) James Toseland (ING/Tech 3 Yamaha/M), + 43s191
13) Randy De Puniet (FRA/LCR Honda/M), + 43s442
14) John Hopkins (EUA/Kawasaki/B), + 45s855
15) Sylvain Guintoli (FRA/Alice Team/B), + 46s330
16) Alex De Angelis (RSM/San Carlo Honda/B), + 50s593
17) Anthony West (AUS/Kawasaki/B), + 1min05s593
Não terminou a prova:
      Chris Vermeulen (AUS/Rizla Suzuki/B), 16 Lap

Classificação após quatro etapas:
1) Daniel Pedrosa, 81 pontos
2) Jorge Lorenzo, 74
3) Valentino Rossi, 72
4) Casey Stoner, 56
5) James Toseland, 33
6) Loris Capirossi, 33
7) Colin Edwards, 31
8) Nicky Hayden, 29
9) John Hopkins, 26
10) Andrea Dovizioso, 26
11) Marco Melandri, 23
12) Shinya Nakano, 22
13) Toni Elias, 15
14) Chris Vermeulen, 14
15) Randy De Puniet, 11
16) Alex de Angelis, 7
17) Sylvain Guintoli, 4
18) Anthony West, 3

Legenda:
B = Bridgestone / M = Michelin


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br