Rossi é investigado pela Receita Federal

Agência Tributária Italiana tenta provar uma sonegação de 60 milhões de euros.

Por Leandro Alvares

Valentino Rossi está sendo investigado na Itália de uma possível sonegação de impostos. A Receita Federal local acredita que o heptacampeão de motovelocidade tenha evadido 60 milhões de euros, o que corresponde a cerca de R$ 157,7 milhões.

A sondagem da Agência Tributária Italiana sobre o piloto teria se iniciado em 2000, quando o astro da Yamaha se mudou para Londres, com o suposto objetivo de se livrar das altas taxas de impostos.

Neste período, o “Doutor” teria inclusive aberto empresas fora de seu país para receber seus contratos de patrocínios. Ao saber da notícia, o competidor rebateu e criticou as acusações.

“A fiscalização defende o seu próprio interesse e meus advogados já estão examinando a questão. Ontem, eu era o fantasma pelado que passeava com a Canalis (namorada com quem foi flagrado nu em uma praia), agora sou protagonista de investigações e amanhã quem sabe sou um astronauta em Marte”, ironizou.

“Vivo em Londres desde 2000 e todos no mundo sabem disso. Claro que, de vez em quando, vou à Itália visitar meus familiares e amigos e passar as férias, mas durante sete meses do ano ando pelo mundo por motivos de trabalho”, concluiu.

Os órgãos do governo italiano ainda estão investigando o fato. Caso Rossi seja considerado culpado, a multa pode atingir mais de 200 milhões de euros.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br