QUARTETO NA TEAM SCUD

Scudeler busca o primeiro título na nova categoria do Brasileiro de Motovelocidade.

Por Thiago Fuganti

Quatro vezes campeã na categoria Supersport do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, a Team Scud Petrobras contará neste ano com um quarteto de representantes. O time, formado pelo tetracampeão Gilson Scudeler, Pierre Chofard, Bruno Corano e Danilo Andric, entrará em ação a partir deste final de semana, com a abertura da temporada 2006, no circuito de Interlagos.
 
O autódromo José Carlos Pace receberá as seis categorias que compõem o Brasileiro: 125cc, 250cc, 500cc, Sportlight, Supersport e a nova Superbike, estreante disputa dotada de padrões técnicos compatíveis com os do Campeonato Mundial da modalidade.

Para a novidade do ano, a Team Scud será representada por Scudeler e Chofard. Ambos vão pilotar motos Honda CBR 1000RR, com potência de 180 cavalos, capazes de superar a casa dos 300 km/h.

Chofard foi quarto colocado no Brasileiro da Supersport no ano passado. “O Pierre é um piloto super-arrojado e que sabe muito bem o que é vencer”, frisa Scudeler, citando, além das vitórias que o companheiro conquistou nas pistas de motovelocidade, seus seis títulos brasileiros de sky diver e o título nacional de jiu-jitsu. “Ele seguramente vai estar entre os principais candidatos a vitórias em todas as etapas. Vai ser um osso duro de roer”, aposta.

O tetracampeão consecutivo do Brasileiro demonstra otimismo, também, quanto aos dois pilotos que vão defender o Team Scud Petrobras na categoria Supersport. Corano vem do quarto lugar na classificação final da Sportlight em 2005, enquanto Andric fará sua estréia em competições. “O Bruno já tem alguma experiência e vai brigar pelo título. O Danilo é novato em corridas, mas passou por um treinamento intenso e está muito bem preparado”, atesta.

Scudeler, Chofard, Corano e Andric estarão na pista já nesta quarta-feira, nos testes coletivos extra-oficiais. A programação oficial da primeira etapa terá início no sábado, para todas as categorias.


Mais novidades

Neste ano, o Brasileiro de Motovelocidade passará a ter uma única fornecedora de pneus e a limitar a quantidade de compostos usada nos fins de semana de corrida. Em todas as classes da competição cada piloto utilizará um jogo com três pares de pneus da marca Michelin.
Até a temporada passada não havia restrição na quantidade de pneumáticos a serem utilizados em cada etapa, e a marca ficava a critério de cada competidor. “O intuito da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) em colocar esta nova regra no regulamento foi aumentar o equilíbrio das disputas, já que todas as equipes terão o mesmo modelo e a mesma quantidade de pneus”, afirma Marcus Oliveira, diretor de prova da Confederação Brasileira de Motociclismo. “Isso ainda significa uma economia nos gastos dos competidores”, lembra o dirigente.


Confira a programação da etapa de Interlagos:


Sábado (11/03)

Treinos livres:

125cc: das 9h10 às 9h30
250cc: das 9h40 às 10h
500cc: das 10h10 às 10h30
Superbike / Supersport / Sportlight: das 10h40 às 11h05

Classificação:

125cc: das 11h15 às 11h35 / das 14h às 14h30
250cc: das 11h45 às 12h05 / das 14h40 às 15h10
500cc: das 12h15 às 12h35 / das 15h20 às 15h50
Superbike / Supersport / Sportlight: das 12h45 às 13h10 / das 16h às 16h30


Domingo (12/03)

Warm-Up:
125cc: das 8h às 8h15
250cc: das 8h25 às 8h40
500cc: das 8h50 às 9h05
Superbike / Supersport / Sportlight: das 9h15 às 9h30


Corridas:

125cc: 10h45 (13 voltas)
250cc: 11h50 (14 voltas)
500cc: 13h10 (18 voltas)
Superbike / Supersport / Sportlight: 14h25 (20 voltas)


Saiba quem são os atuais campeões:

125cc: Ana Lima
250cc: Fábio Peasson
500cc: Alecsandre Brieda
Sportlight: Marco Aurélio Brunheroto
Supersport: Gilson Scudeler


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br