Protagonistas explicam duelo de gigantes

Com 90.000 torcedores presentes em Montmeló, no circuito da Catalunha, Valentino Rossi e seu companheiro de equipe, Jorge Lorenzo, promoveram o que foi uma das mais belas disputas da MotoGP em sua fase 800cc.

Após ter recebido a bandeirada um décimo de segundo a frente de Lorenzo, Rossi exclamou: “Mama Mia! Esta batalha com Lorenzo foi de muito, muito perto. Nossas motos têm um acerto muito semelhante e tivemos o mesmo ritmo, o final só podia ser fantástico”.

A estrela italiana continuou, “Foi uma grande corrida e sabemos que Lorenzo é muito forte, para tentar vencê-lo nesta temporada, tenho que estar 100%. Estou tão feliz hoje com minha 99ª vitória. Foi muito importante atingir essa marca aqui em Barcelona, mais do que 25 pontos, porque para mim, para minha equipe e para a multidão, o show foi incrível”.

Lorenzo foi humilde em sua resposta, “Não é o mesmo que uma vitória, mas o segundo lugar é um resultado fantástico para nós, pois significa que estamos mantendo uma regularidade que não tivemos no ano passado. Para ser honesto, Rossi, foi mais corajoso e me ultrapassou na última freada”.

O jovem espanhol acrescentou, “Dou à ele os parabéns por esta vitória. Embora tenhamos perdido sabemos que há uma série de corridas até o final da temporada. "

Com os dois pilotos da Yamaha empatados na primeira posição em uma luta de três vias com Casey Stoner, os pensamentos já estão voltados para a próxima etapa, na Holanda.

Rossi admitiu que ele vai precisar de descanso antes da próxima corrida. “Temos testes na segunda-feira, vou trabalhar arduamente sobre a moto e só depois eu vou relaxar. Tenho um problema no meu pescoço e preciso ficar em casa, na minha própria cama, para que eu possa estar com as baterias recarregadas para Assen”.

Lorenzo finalizou, “Assen é minha pista favorita, pretendo olhar para frente, realizar um bom teste para tentar a pole e em seguida na pista mostrar essa raça novamente”. Os treinos livres da sétima etapa da MotoGP estão marcados para o dia 27 de junho, no circuito de Assen, na Holanda.

Os pilotos entraram na pista ontem pela manhã para realizar testes, ainda no circuito espanhol da Catalunha. Novos testes fora das corridas oficiais só em meados de agosto, depois da etapa da República Checa.

Confira os tempos dos testes no circuito da Catalunha:
1) Andrea Dovizioso (ITA/RepsolHonda), 1min42s230 (69 voltas)
2) Valentino Rossi (ITA/Fiat Yamaha), 1min42s434 (58)
3) Jorge Lorenzo (ESP/Fiat Yamaha), 1min42s446 (80)
4) Mika Kallio (FIN/Pramac Racing), 1min42s637 (98)
5) Casey Stoner (AUS/Ducati Marlboro), 1min42s763 (38)
6) Loris Capirossi (ITA/Rizla Suzuki), 1min43s188 (83)
7) Randy de Puniet (FRA/LCR Honda), 1min43s247 (76)
8) Chris Vermeulen (AUS/Rizla Suzuki), 1min43s29 (83)
9) Alex de Angelis (RSM/Honda Gresini), 1min43s360 (69)
10) Niccolo Canepa (ITA/Pramac Racing), 1min43s391 (90)
11) Marco Melandri (ITA/Hayate Racing), 1min43s506 (89)
12) Toni Elias (ESP/Honda Gresini), 1min43s708 (60)
13) Sete Gibernau (ESP/Grupo Francisco Hernando), 1min43s819 (45)
14) Nicky Hayden (EUA/Ducati Marlboro), 1min44s157 (98)
15) Gabor Talmacsi (HUN/Scot Racing), 1min45s056 (53)



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br