PIRELLI EM DESTAQUE NO WSBK

Fabricante trabalha pesado para equipar as velozes máquinas de duas rodas.

Por Thiago Fuganti

Para o terceiro ano consecutivo como fornecedora oficial de pneus do Campeonato Mundial de Superbike, a Pirelli inovou no desenvolvimento e criou o Diablo Superbike, que provou sua qualidade nas duas etapas do campeonato já realizadas, no Qatar e na Austrália.

A linha de produtos Diablo é bem conhecida entre os entusiastas do motociclismo, que têm uma queda pela velocidade, seja na estrada ou nas pistas de corrida. Ela é o símbolo de um longo histórico de alto desempenho da Pirelli. Agora, pela primeira vez nas corridas, as diferenças entre os produtos padronizados e os específicos para GPs estreitaram-se, e pela primeira vez um piloto comum com paixão pelas pistas pode comprar e usar o mesmo material disponível em todo o Campeonato Mundial.

O Diablo Superbike é um pneu de desempenho extremo, mas de fácil manejo. O segredo está no seu desenvolvimento, baseado em motos e pilotos diferentes. Sua versatilidade proporciona uma performance alta e constante, mantendo a atenção na análise dos tempos e não na configuração das motos.

Com a chegada do pneumático ao WSBK, criou-se um grande estímulo para o desenvolvimento do design de pneus, proporcionado uma melhoria contínua também para o consumidor final.  O conhecimento adquirido em corridas com o Mundial tem fornecido à Pirelli a garantia da capacidade de seus produtos.

Na pré-temporada, o composto deixara uma boa impressão, contribuindo para a quebra do recorde de alguns circuitos. No Qatar e na Austrália, a pole position registrada por Troy Bayliss, da Ducati, superou o giro alcançado em 2005.


Compromisso com a evolução

Como a performance é um desafio constante, a Pirelli investe pesado no desenvolvimento contínuo, elevando assim o nível de excelência de seus pneus. E o Superbike é um fator de motivação muito forte para os técnicos da marca na medida em que os pneus são desenvolvidos para as necessidades de pilotos profissionais, cada um com seus estilos de pilotagem e motores diferentes.

Da mais poderosa Superbike 1000cc à Supersport 600cc, das motos padronizadas às “tunadas”, o objetivo comum é produzir excelentes pneus para qualquer tipo de motor, de 2, 3 ou 4 cilindros. Um pneu que se ajuste a diferentes motos, a estilos de pilotagem diferentes, mas sempre oferecendo performance extraordinária. O objetivo só é atingido com a aprovação de todos os pilotos e suas respectivas equipes.

As competições sempre representaram um grande desafio já que os pneus têm forte influência nos resultados: da tomada de tempo à conquista do pódio.  O design deve oferecer desempenho absoluto, que antes era domínio apenas da fabricação de protótipos: produtos de performance extremamente alta, feitos à mão com alto custo, guardando desta maneira diferenças sutis entre um e outro.

A Pirelli mudou radicalmente este conceito: o desempenho absoluto (perfeito) não é mais terreno exclusivo dos protótipos. Desta forma apresentou a produção industrial à fabricação de pneus de corrida, reduzindo custos e permitindo ao WSBK voltar à sua filosofia original: custo x benefício a serviço da competição.

O próximo desafio da fornecedora será o GP de Valência, na Espanha, terceira etapa do acirrado certame, agendada para o dia 23 de abril.


 


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br