NOVA PISTA NA MOTOVELOCIDADE

Em Santa Cruz, Scudeler tenta a primeira vitória no ano. Baratinha, a segunda.

Por Thiago Fuganti

O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade retoma neste fim semana as atividades da temporada 2006, quase dois meses depois da disputa da primeira etapa. A pista do momento será a de Santa Cruz do Sul, inaugurada em 2005, que pela primeira vez receberá as motos das categorias 125cc, 250cc, 500cc, Supersport e Superbike — o Rio Grande do Sul não recebia o certame desde 1999.

A novidade exigiu maior empenho por parte das equipes no trabalho de preparação. O Team Scud Petrobras, por exemplo, está no local da corrida desde o último sábado com seus quatro representantes: Pierre Chofard e Gilson Scudeler na Superbike, além de Bruno Corano e Danilo Andric na Supersport.

“É uma pista seletiva. As áreas de escape são amplas, mas estão em desnível em relação à pista”, observou Scudeler, atual tetracampeão da Supersport e vice-líder da Superbike. “O traçado é muito técnico. No final da reta dos boxes, por exemplo, há uma curva muito fechada, por isso acho que a largada deverá ser um momento crítico da corrida”, previu o competidor, que participou dos três dias de testes coletivos no circuito gaúcho, realizados no último fim de semana e quarta-feira.

A prova deste domingo vai marcar a estréia das duas novas motos de Scudeler e Chofard. A partir de agora, eles passam a contar com o modelo 2006 da Honda CBR 1000RR. “A nova máquina tem uma diferença enorme de chassi, é um modelo que inspira confiança”, disse Gilson. “Em apenas dois treinos, seguindo as orientações da fábrica, conseguimos um acerto muito competitivo, marcamos voltas rápidas e com constância. Estamos satisfeitos”, apontou.

Na primeira corrida do ano, em Interlagos, Scudeler largou na pole position, mas foi superado por Pablo Martins na linha de chegada, ficando a dois décimos de segundo do vencedor, mais conhecido como Baratinha. Chofard foi terceiro. Na Supersport, Corano e Andric aparecem em terceiro e quarto lugar, respectivamente. O líder é o mineiro Philippe Braga Thiriet.
 
Piloto da Suzuki e filho do ex-campeão de Motovelocidade Antônio Martins “Barata”, Baratinha aposta num briga acirrada entre os primeiros colocados no Sul, mas já avisou que está otimista para buscar a segunda vitória consecutiva. “A pista é novidade para mim e quero acertar a moto. Vou apertar um pouco nos treinos cronometrados e acelerar o máximo possível na corrida. A briga vai ser dura e quero fazer o melhor”, afirmou.

Além de Pablo, também lutarão pela segunda conquista no campeonato: Murilo Ribeiro (125cc), Ana Lima (250cc), Alecsandre Brieda (500cc) e Philippe Braga (Supersport).


Confira a programação da etapa de Santa Cruz:


06/05

Treinos livres:
125cc: das 9h10 às 9h30
250cc: das 9h40 às 10h
500cc: das 10h10 às 10h30
Superbike / Supersport: das 10h40 às 11h05

Treinos Cronometrados:
125cc: das 11h15 às 11h35 e das 14h às 14h30
250cc: das 11h45 às 12h05 e das 14h40 às 15h10
500cc: das 12h15 às 12h35 e das 15h20 às 15h50
Superbike / Supersport: das 12h45 às 13h10 e das 16h às 16h30

07/05

Warm-Up:
125cc: das 8h às 8h15
250cc: das 8h25 às 8h40
500cc: das 8h50 às 9h05
Superbike / Supersport: das 9h15 às 9h30

Provas:
125cc: 10h45 (13 voltas)
250cc: 11h50 (14voltas)
500cc: 13h10 (18voltas)
Superbike / Supersport:14h25 (20 voltas)


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br