Neukirchner: "Valência é passado"

Depois de cair na última curva da etapa espanhola, alemão quer se recuperar em Assen.

Por Adilson

Depois de ver sua primeira vitória no Mundial de Superbike ir por água a baixo na última curva da corrida, quando foi atingido por Carlos Checa, Max Neukirchner disse que Valência já ficou para trás.

Se a perda da prova não foi dolorida o suficiente, o piloto da Suzuki ainda quebrou a clavícula, o que o deixou inclusive fora da segunda corrida. Mas Neukirchner já estará em plenas condições físicas para a etapa holandesa de Assen, neste fim de semana.

“Valência ficou para trás e agora penso somente no futuro, começando por Assen”, disse o novato, que fez sua primeira pole position no WSBK em Valência.

“A fratura melhora a cada dia e espero estar 100% para correr na Holanda. Ano passado cheguei entre os dez primeiros nas duas corridas, então espero chegar ao pódio este ano, contanto que meu ombro me ajude”, ressaltou.

Seu companheiro de equipe, Yukio Kagayama, também não estava bem fisicamente em Valência, mas com o intervalo de três semanas entre a terceira e quarta etapas ele garante que está pronto para subir no pódio.

“Essa temporada já tem sido difícil pra mim, mas espero melhores resultados em Assen, e eu preciso deles!” admitiu o japonês.

“Eu não estava nas minhas melhores condições em Valência, mas agora estou bem melhor e com fome de pódio. Ano passado fui o sétimo na primeira corrida e 11° na segunda, então este ano preciso de uma grande melhora”, declarou.

Depois de três etapas disputadas, Neukirchner aparece na 9ª posição da classificação geral com 39 pontos. Kagayama tem 18 pontos e está na 15ª colocação.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br