Neukirchner quer colocar pressão em Bayliss

Alemão quer vencer em Brands Hatch para diminuir a vantagem na classificação.

Por Adilson

Max Neukirchner quer colocar pressão em Troy Bayliss na próxima etapa do Mundial de Superbike para poder brigar com o rival pelo título do campeonato 2008.

Vitórias em Monza e em Missano ajudaram Neukirchner a figurar na vice-liderança da competição, faltando dez corridas para o término, mas com 79 pontos atrás, o alemão está ciente que terá que acelerar muito para poder diminuir essa diferença.

Depois de ficar entre os dez primeiros nas duas corridas em Brands Hatch ano passado, Neukirchner está confiante que pode bater Bayliss este fim de semana para manter as chances de chegar no título da categoria.

“Brands Hatch é uma pista especial e é muito legal ver e ouvir os fãs, pois isso não acontece sempre”, disse o piloto da Suzuki. “É um excelente ambiente e é uma pista que sempre favorece os pilotos da casa, porém gostaria muito de mudar isso este fim de semana”.

“Quero colocar pressão em Bayliss e ver se consigo me aproximar mais dele na classificação. Ele tem muitos pontos de vantagem, mas tudo pode acontecer numa corrida, então farei o meu melhor para marcar o máximo de pontos possível e quem sabe sair de lá com dois pódios”, concluiu Neukirchner.

Confira a classificação do Mundial de Superbike faltando dez etapas:
1) Troy Bayliss (AUS/Ducati), 309 pontos
2) Max Neukirchner (ALE/Suzuki), 230
3) Troy Corser (AUS/Yamaha), 218
4) Carlos Checa (ESP/Honda), 215
5) Noriyuki Haga (JAP/Yamaha), 210
6) Fonsi Nieto (ESP/Suzuki), 161
7) Ruben Xaus (ESP/Ducati), 148
8) Michel Fabrizio (ITA/Ducati), 147
9) Max Biaggi (ITA/Ducati), 146
10) Ryuichi Kiyonari (JAP/Honda), 115
11) Yukio Kagayama (JAP/Suzuki), 96
12) Lorenzo Lanzi (ITA/Rg Team), 83
13) Gregorio Lavilla (ESP/Honda), 78
14) Jakub Smrz (TCH/Guandalini), 77
15) Karl Muggeridge (AUS/Df Racing), 64
16) Kenan Sofuoglu (TUR/Honda), 44
17) Makoto Tamada (JAP/Kawasaki), 41
18) Regis Laconi (FRA/Kawasaki), 36
19) Shinichi Nakatomi (JAP/Yamaha), 29
20) Roberto Rolfo (ITA/Honda), 24
21) Ayrton Badovini (ITA/Team Pedercini), 14
22) Russell Holland (aus/Df Racing), 14
23) David Checa (ESP/Yamaha), 7
24) Sebastien Gimbert (FRA/Yamaha), 7
25) Shuhei Aoyama (JAP/Honda), 3
26) Niccolo Canepa (ITA/Ducati), 3
27) Michael Beck (EUA/Yamaha), 1


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br