MULHERES BUSCAM MAIOR DESTAQUE

Italiana quer criar um campeonato Mundial de Motovelocidade para o público feminino.

Por Leandro Alvares

O Salão de Motos de Milão, realizado neste mês de novembro, comprovou mais uma vez que as mulheres possuem um espaço bastante solidificado no cenário das duas rodas. O tradicional evento contou com a presença de Paola Furlan, uma apaixonada por motocicletas e organizadora de um campeonato de motovelocidade exclusivo para o público feminino.

“Eu criei um site de motos para mulheres em 1998, e por meio desta associação nasceu um moto clube com 250 integrantes”, afirmou a italiana. “Três anos mais tarde, organizamos uma pequena competição exclusiva para moças, que enfim se transformou num verdadeiro Campeonato Europeu”, destacou a piloto.

A categoria é dividida em duas classes, uma para equipamentos de 600cc e outra para máquinas de 1000cc. Na temporada deste ano, composta por quatro etapas, as campeãs foram as italianas Chiara Valentini e Paola Cazzola, respectivamente.

“Nós, mulheres, estamos numa escala constante de crescimento no mundo do motociclismo. Fizemos uma pesquisa em 2002 e notamos que, apenas na Itália, havia 100 mil mulheres motociclistas. Hoje, esse número dobrou”, ressaltou Paola Furlan, que durante o Salão de Milão ficou responsável por ministrar dois dias de escola de pilotagem para a ala feminina.

Sobre os planos para os próximos anos, Paola revelou o interesse de explorar o campo do off-road. “Queremos promover um campeonato de motocross feminino, em parceria com a Federação Italiana da modalidade. Nós também almejamos fazer do torneio de motovelocidade uma competição mundial e, inclusive, já convidamos uma competidora canadense para correr conosco”, finalizou.

O site de Paola Furlan, detentor da impressionante marca de sete mil associadas, é o www.motocicliste.net. Alguém duvida que elas estão tomando conta do pedaço?

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br