MotoGP volta à ação na República Tcheca

Após as três semanas de parada o campeonato volta às pistas em Brno, neste fim de semana.

Por Roberto Brandão

Renovados e prontos para a segunda metade da temporada 2010, pilotos e equipes do Campeonato Mundial de Motovelocidade voltarão à ação neste fim de semana, no circuito de Brno, na República Tcheca, onde a corrida atrás do líder do campeonato Jorge Lorenzo volta a ganhar alento.

Depois de nove das 18 etapas da temporada, o piloto da Fiat Yamaha conta com 72 pontos de vantagem sobre o segundo colocado na frente da classificação, graças às suas seis vitórias e três segundos lugares até a momento. Outro resultado como estes, nos dois primeiros lugares, fariam de Lorenzo o terceiro piloto nos 62 anos de história dos GPs a ser primeiro ou segundo nas primeiras dez corridas do ano, tal como Giacomo Agostini e Mick Doohan.

Para manter a sua fantástica forma, Lorenzo vai ter de vencer num circuito onde nunca ganhou na categoria rainha, isto depois de ter caído no ano passado quando lutava pela liderança com o companheiro de equipe, Valentino Rossi. Contudo, ele conta com bons resultados na pista nas categorias mais baixas.

Daniel Pedrosa é o rival mais próximo de Lorenzo na classificação geral e o piloto da Repsol Honda tem um ponto a provar depois da queda em Laguna Seca, antes das férias. O espanhol esteve consistente até à parada de verão e chegou a liderar a corrida norte-americana antes de cair e já por duas vezes terminou no pódio em Brno, incluindo o segundo posto do ano passado – o seu melhor resultado na pista tcheca na categoria rainha.

Em terceiro da geral, 23 pontos atrás do companheiro de equipe está Andrea Dovizioso, quer voltar a forma do inicio do ano que o levou a pódios. Enquanto isso, Casey Stoner está recuperando terreno e colou no italiano. Stoner não correu em Brno no ano passado, mas já triunfou lá em 2007, algo que ainda não conseguiu fazer este ano, mas que parece estar cada vez mais perto de conseguir depois de quatro pódios consecutivos nas últimas jornadas.

Brno tem sido um bom traçado para Rossi, que conta com cinco vitórias na MotoGP (foi também lá que venceu pela primeira vez na 125cc) e o italiano ganhou na pista nos dois últimos anos. O pódio em Laguna Seca, na última corrida, a segunda após o regresso da lesão, levou-o a quinto da classificação com apenas um ponto de margem sobre Nicky Hayden.

Ben Spies, da Monster Yamaha Tech 3, está perto dos cinco primeiros e Brno é um traçado que o estreante conhece das suas participações no Mundial de Superbike.

Randy de Puniet está pronto para voltar às pistas depois de ter fraturado a perna (LCR Honda). Ainda à espera da autorização dos médicos, o gaulês quer voltar a correr apenas quatro semanas depois da queda em Sachsenring – no ano passado foi décimo em Brno três semanas após ter fraturado o tornozelo na corrida anterior
.
A dupla da San Carlo Honda Gresini, Marco Melandri e Marco Simoncelli, está muito equilibrada, em nono e décimo, enquanto Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3) vai tentar bater o seu melhor resultado do ano que foi um sétimo lugar. Héctor Barberá (Páginas Amarillas Aspar), a dupla da Rizla Suzuki, Loris Capirossi e Álvaro Bautista, e a dupla da Pramac Ducati, Mika Kallio e Aleix Espargaró, vão todos tentar melhorar, enquanto Alex de Angelis (Interwetten Honda MotoGP Team) vai continuar no lugar do lesionado Hiroshi Aoyama.

A primeira sessão de treinos da MotoGP no GP da República Tcheca tem início às 13hs55 (locais) de sexta-feira.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br