MotoGP terá fornecedor único de pneus

Federação Internacional de Motociclismo anunciará a fabricante eleita para 2009 em 18 de outubro.

Por Leandro Alvares

O que já era discutido há muito tempo na categoria enfim se tornou oficial. A partir de 2009, a MotoGP trabalhará com um único fornecedor de pneus. O anúncio foi feito ontem por Carmelo Ezpeleta, diretor da empresa que detém os direitos da competição.

"Por motivos de segurança e de custos, decidiu-se que haverá apenas um fornecedor de pneus na MotoGP a partir de 2009”, afirmou o dirigente, destacando que todas as equipes receberão os compostos sem ter de gastar um centavo.

“A FIM (Federação Internacional de Motociclismo) comunicará a todas as marcas interessadas para apresentarem suas ofertas até a próxima semana. A decisão sobre a escolhida será anunciada no dia 18 de outubro, na Malásia”, completou.

Neste ano, a MotoGP tem trabalhado com duas fabricantes de pneumáticos, a Michelin e a Bridgestone, condição que deveria ser mantida na opinião de algumas pessoas, como Jerry Burgess, chefe de engenharia da Yamaha.

“Sou contra isso, pois este é um campeonato de protótipos e são necessários o máximo de fatores nesse sentido para impulsionar a categoria. Se essa alteração baixar o nosso nível, poderemos facilmente nos transformar num pseudocampeonato de Superbike”, atacou.

“Nós já vimos isso na Fórmula 1. As corridas serão inteiramente previsíveis com sempre os mesmos quatro pilotos no topo, Valentino (Rossi), Casey (Stoner), (Daniel) Pedrosa e Jorge (Lorenzo)”, opinou Burgess.

Em 2007 e 2008, a temporada foi amplamente dominada pelas motocicletas calçadas com os pneus Bridgestone. Tamanha era a diferença dos compostos que pilotos como Valentino Rossi e Daniel Pedrosa decidiram trocar os Michelin pela borracha japonesa.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br