MotoGP: Suzuki promove subida de Mir e Aprilia confirma Iannone

O mercado de pilotos da MotoGP esteve bastante movimentado nos últimos dias. A Suzuki promove a subida de Joan Mir, campeão da Moto3 em 2017 e atual piloto da Marc VDS na Moto2, para a classe principal a partir da próxima temporada. O espanhol, que vem crescendo de produção na categoria intermediária, substitui Andrea Iannone, que deixa o time de Hamamatsu.

O italiano, no entanto, não ficou muito tempo desempregado. A Aprilia anunciou que Iannone será o novo companheiro de Aleix Espargaró em 2019. Quem se deu mal nessa foi Scott Redding, que a princípio está a pé.

Confira os equipamentos disponíveis no Shopping.MOTO.com.br!

Nas equipes oficiais da MotoGP, todas as vagas estão definidas para o próximo ano. Apenas as equipes satélite ainda têm vagas em aberto. Dani Pedrosa anuncia na quinta-feira, em coletiva no circuito da Catalunha, o que fará no próximo ano.

Pelos lados da Moto2, novidade na KTM. Jorge Martin, atual sensação da Moto3 e um dos candidatos ao título, foi anunciado como piloto do time na classe intermediária pelas próximas duas temporadas. O espanhol ocupa a vaga de Miguel Oliveira, que sobe para a MotoGP pela Tech3, que passa a utilizar motos austríacas em 2019.

Quer vender sua moto? Anuncie no MOTO.com.br! 

No Mundial de Superbike, uma renovação importante que influencia também na MotoGP: Jonathan Rea, atual tricampeão da categoria, chegou a cogitar uma mudança de categoria. No entanto, Rea segue onde está: o piloto renovou com a Kawasaki por mais duas temporadas, praticamente descartando uma ida para a MotoGP.

Fotos: MotoGP/Divulgação e WSBK/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br