MotoGP: Stoner no topo nos testes oficiais de Mugello

Foi sob condições quentes no circuito de Mugello nesta segunda-feira que mais da metade do pelotão da categoria rainha foi para a pista para o Teste Oficial da MotoGP. O atual líder do Campeonato do Mundo, Casey Stoner, foi o mais rápido do dia com uma marca de 1min47s326, mais de seis décimos de segundo mais rápido que o tempo que lhe deu a pole para a corrida de domingo.
 
O piloto da Repsol Honda, que testou novo braço oscilante, sofreu pequena queda na Curva 1 durante a manhã, mas completou um total de 47 voltas ao longo do dia e viu Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini) ser segundo na tabela de tempos. O italiano, em busca de solução para o problema de aderência que o afetou na corrida de domingo, foi o outro único piloto a rodar abaixo do segundo 48 com um registro de 1min47s422.
 
O companheiro de equipe de Stoner, Andrea Dovizioso, rodou em 1min48s061, ficando em terceiro lugar a 0s735 do australiano. Em conjunto com Daniel Pedrosa, todos os elementos da Repsol Honda testaram várias configurações para as suas RC212V. Pedrosa, que regressou à ação na corrida de domingo depois de não ter participado de três GPs, terminou o seu dia de trabalho às 13 horas locais e depois de 26 voltas, garantindo um tempo de 1min49s015.
 
O estreante da categoria rainha Karel Abraham superou uma queda na Curva 6 durante a manhã para completar 46 voltas. O checo da Cardion AB Motoracing terminou em quinto, à frente de Pedrosa, num dia em que trabalhou na configuração da suspensão dianteira e posição de pilotagem.
 
Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) assinou a sétima marca do dia com a GSV-R, enquanto testou novo composto para o pneu frontal e variações da eletrônica, isto enquanto Randy de Puniet (Pramac Racing) comparou o chassis padrão da sua Desmosedici com a versão melhorada que é o ‘step 1’, tal como Héctro Barberá. O piloto da Mapfre Aspar testou ainda nova carenagem. O gaulês e o espanhol terminaram com em oitavo e quarto, respectivamente.
 
Hiroshi Aoyama (San Carlo Honda Gresini) foi nono. O nipônico ainda não está 100% fisicamente devido à queda de Assen. Fechar a lista dos dez primeiros ficou Sylvain Guintoli. O francês, cuja última presença na MotoGP foi em 2008, testou a Desmosedici da Pramac Racing, de Loris Capirossi, e é provável que rode no lugar do italiano em Sachsenring caso este ainda não tenha recuperado da lesão.
 
Guintoli, cuja única preocupação foi recuperar as sensações com o protótipo de 800cc, assinou como melhor tempo a marca de 1min52s398 antes de passar o testemunho para o piloto de Moto2 Andrea Iannane durante a tarde. Esta foi a estréia do italiano aos comandos de uma máquina da MotoGP.
 
Também na pista esteve o piloto da Moto2 Mika Kallio, se bem que o finlandês esteve aos comandos do protótipo de 1000cc da Suter dando continuidade ao trabalho de desenvolvimento da Marc VDS com vista para a temporada 2012. Kallio efetuou pouco mais de 60 voltas ao longo do dia e conseguiu como melhor registro o tempo de 1min53s668. A equipe Marc VDS Suter tem motor BMW 1000cc e é umas das equipes CRT para 2012.

Resultados:
1) Casey Stoner (AUS/Repsol Honda), 1min47s326 (47 voltas)
2) Marco Simoncelli (ITA/San Carlo Honda Gresini), 1min47s422 (83)
3) Andrea Dovizioso (ITA/Repsol Honda), 1min48s061 (66)
4) Hector Barbera (ESP/Mapfre Aspar), 1min48s837 (67)
5) Karel Abraham (CZE/Cardion AB Motoracing), 1min48s950 (46)
6) Daniel Pedrosa (ESP/Repsol Honda), 1min49s015 (26)
7) Alvaro Bautista (ESP/Rizla Suzuki), 1min49s199 (87)
8) Randy de Puniet (FRA/Pramac Racing), 1min49s384 (89)
9) Hiroshi Aoyama (JAP/San Carlo Honda Gresini), 1min49s432 (76)
10) Sylavin Guintoli (FRA/Pramac Racing), 1min52s398 (87)
11) Mika Kallio (FIN/Marc VDS Racing Team), 1min53s668 (63)



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br