MotoGP: Rossi só pensa em vencer

O italiano quer aumentar seu recorde, enquanto Jorge Lorenzo e Casey Stoner esperam detê-lo.

Por Roberto Brandão

Somente dois pilotos da formação atual da MotoGP ganharam no grande prêmio da Itália, em Mugello, e ambos são italianos.

Loris Capirossi ganhou no ano 2000 pilotando uma Honda 500cc. Porém, toda a atenção está voltada para seu compatriota Valentino Rossi, que busca a oitava vitória consecutiva em sua casa, neste fim de semana.
 
A última vez que Rossi passou sem vencer no circuito italiano de Mugello foi em 2001, quando o brasileiro Alexandre Barros levou a melhor. Desde então, Rossi já ganhou na frente de seus fãs com a Honda e Yamaha, com motores de 990cc e 800cc e com pneus Michelin e Bridgestone.

No entanto, Rossi admite que está ficando cada vez mais difícil manter sua marca de vitórias consecutivas, ainda mais chegando a Mugello depois de, pela primeira vez desde 2007, perder uma prova, em Le Mans.

“Correr em Mugello é algo inacreditável para mim, mas a cada ano fica mais difícil aumentar meu recorde, já que sete vitórias consecutivas é muito. Eu sinto pressão de pilotar lá, mas ao mesmo tempo é sempre espetacular e os fãs me dão uma motivação extra, que ajuda em minha performance” disse o octocampeão.

A décima sexta colocação em Le Mans custou a liderança do campeonato para o “Doutor”. Rossi chega à Itália empatado com o campeão de 2007, Casey Stoner e um ponto atrás de Jorge Lorenzo. “Espero que eu consiga os mesmo resultados dos anos passados, porque após Le Mans eu realmente preciso de um bom resultado. Foi decepcionante, mas todos temos dias ruins, e aquele foi o nosso” concluiu o italiano.

Quem também está confiante é Lorenzo, que lidera o campeonato após sua vitória em Le Mans. “Mugello é, junto com Phillip Island, o circuito mais bonito em que corremos, e eu adoro isso” comentou o espanhol.

Ao contrário da Yamaha, a Ducati daria tudo para finalmente conseguir uma vitória em sua casa, e as esperanças estão em alta após Stoner ficar em segundo lugar, atrás de Rossi na corrida do ano passado. Os pilotos de testes da Ducati fizeram, recentemente, treinos no circuito da toscana e a equipe espera que isso ajude a acelerar o processo de ajustes das motos.

Os treinos livres da quinta rodada do Mundial começam amanhã, às 9hs da manhã, no circuito toscano de Mugello, na Itália.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br