MotoGP: Rossi quer vencer em casa

Após o erro e a queda em Indianápolis, o piloto italiano quer vencer na frente de seus fãs, neste fim de semana, em San Marino.

Por Roberto Brandão

Roberto Brandão Filho

O abandono da prova de Indianápolis, no fim de semana passado, representou o primeiro desde 2007 para o octocampeão Valentino Rossi. Com isso, sua liderança fica ameaçada e o italiano precisa de um bom resultado no Grande Prêmio de Misano, no próximo fim de semana, em sua casa.

Rossi chegou nos EUA com 50 pontos de diferença para o segundo colocado do campeonato mundial de motovelocidade, mas ao cair quando perseguia seu companheiro de equipe e rival ao título, Jorge Lorenzo, diminuiu para a metade a vantagem que tinha. A queda causou estragos em sua M1 e forçou Rossi a abandonar pela primeira vez, desde o GP de Valência, em 2007.

Além disso, o “Doutor” viu seu reinado de sete anos de vitórias em Grandes Prêmios italianos acabar em Mugello, na quinta etapa da temporada 2009, quando foi superado por Lorenzo e pelo vencedor da prova e piloto da Ducati, Casey Stoner. Portanto, o evento deste fim de semana, em San Marino, tem um significado especial, já que Misano fica apenas 15km de distância de sua cidade natal, Tavullia. No ano passado, o número 46 levou seus fãs ao delírio, quando venceu a prova de uma forma espetacular.

“Estou contente por não ter que esperar muito para a próxima corrida porque quero esquecer o erro que cometi em Indianápolis o mais rápido possível”, admitiu Rossi. “A prova de Misano no ano passado foi inacreditável. Vencer em frente à meus fãs e tão próximo a minha cidade natal foi uma emoção muito grande, e após perder em Mugello neste ano, estamos extremamente focados no melhor resultado”.

“Como de costume, meu Fã Clube fará uma grande festa lá e espero poder dar à eles um grande show. É sempre muito bom correr em casa. Como vimos no final de semana, tudo pode acontecer e o campeonato está longe de acabar. Por isso, temos que nos esforçar ao máximo para conseguir o maior número de pontos possível”, completou o “Doutor”.

O diretor de equipe de Rossi, Davide Brivio, acredita que é de grande importância para Rossi tentar, o mais rápido possível, terminar com o grande momento de Lorenzo. “Os 25 pontos não são muitos quando nosso rival é tão forte, portanto precisamos contra-atacar na prova deste fim de semana, em nossa casa”, disse Brivio.

As chances de conquistar o título foram de “impossível” para “difícil” após sua vitória nos EUA, e por conta disso, Lorenzo espera uma grande disputa entre ele e seu companheiro de equipe na próxima etapa. “Estou muito feliz por diminuir pela metade a diferença para a liderança, mas sei que o título está um pouco distante. Meu primeiro objetivo é aproveitar minha moto, tentar me manter numa posição de disputa e ganhar o máximo de pontos possíveis”, disse o espanhol.

Na sua estréia em Misano com a 250cc, em 2007, Lorenzo venceu a prova sem problemas. No ano passado, foi o segundo colocado, não muito atrás de Rossi. Neste ano, o jovem piloto chega em grande forma e após um ótimo resultado. “Espero poder ser melhor que o ano passado, mesmo sabendo como será difícil correr ‘na casa de Valentino’. Espero que todos os presentes assistam à uma grande batalha”, completou.

Os pilotos entram no circuito de Misano na sexta feira para os primeiros treinos livres. Os treinos de classificação são no sábado, e a corrida, que acontece no domingo, será transmitida pelo canal de TV por assinatura, SporTV.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br