MotoGP: Lorenzo se desculpa após erro

Na última etapa da competição, o espanhol caiu quando liderava a prova na República Checa.

Por Roberto Brandão

Jorge Lorenzo pediu desculpas à sua equipe e à Yamaha após cair, quando liderava, e abandonar a prova no domingo, em Brno, na República Checa.

Lorenzo chegou à décima primeira rodada tendo perdido alguns pontos importantes nas últimas cinco etapas, permitindo que Valentino Rossi construísse uma liderança de 25 pontos para seu companheiro de equipe na classificação.

Mas o jovem espanhol mostrou que é capaz de brigar pelo título após imprimir um ótimo ritmo na sessão de treinos e depois ficar colado no líder do campeonato abrindo grande distância dos demais competidores durante a corrida de domingo.

Contudo, exatamente uma volta após tomar a liderança de Rossi – e com cinco voltas para o final – Lorenzo perdeu a frente de sua M1 na curva e caiu pela segunda corrida consecutiva.

Inevitavelmente surgiram rumores de que Lorenzo “amarela” sobre pressão, mas o espanhol disse apenas que cometeu um erro. “Eu larguei mal e tive que passar por várias pessoas. Eu não estava com o mesmo ritmo de todo o fim de semana. Estava mais lento do que nos treinos e não era o que esperava”, disse.

Lorenzo marcou a volta mais rápida da prova na volta 16 de 22, mas seu tempo de 1min56s670 foi apenas 0s024 mais rápido que Rossi e bem mais lento que os tempos que fez em todas as quatro sessões de treinos anteriores.

“Infelizmente para mim, Rossi estava tão forte como sempre e eu tive que pressionar muito, muito mesmo para não perder contato. Já perto do fim, eu comecei a diminuir a diferença e após passá-lo fiz de tudo para permanecer na frente, mas cometi um erro e caí. Não há nada que posso falar a não ser pedir desculpas à toda minha equipe e à Yamaha e que farei de tudo para recompensar nos EUA”.

O diretor de equipe Daniele Romagnoli diz que a pressão de correr contra Rossi, que já venceu Lorenzo por menos de 0s1 duas vezes nesta temporada, foi o fator principal para a queda do Espanhol.

“Claro que o objetivo de Lorenzo era tentar vencer Rossi para diminuir a diferença na classificação do campeonato e por isso fez tudo que pode. Ele conseguiu passá-lo, mas Rossi continuava muito próximo, colocando muita pressão em Lorenzo e infelizmente ele cometeu um erro e caiu”, disse o italiano.

Ao invés de atingir sua confiança, Romagnoli acredita que Lorenzo se tornará mais forte com este erro. “Será mais uma importante lição para ele e estamos confiantes de que ele aprenderá a partir disso. Ele tem muitas corridas pela frente para mostrar todo seu potencial, portanto agora trabalharemos duro para chegar com a melhor forma possível para Indianápolis”, completou.

Lorenzo está agora 50 pontos atrás de Rossi na classificação geral, faltando seis rodadas para o fim do campeonato.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br