MotoGP: lesionado, Morbidelli dá lugar a Bradl na Alemanha

O GP da Alemanha de MotoGP, que acontece neste final de semana, tem uma baixa: Franco Morbidelli chegou a participar do primeiro treino livre, realizado nesta sexta-feira (13), mas não entra mais na pista nas demais atividades em Sachsenring.

Confira os equipamentos disponíveis no Shopping.MOTO.com.br!

O ítalo-brasileiro, atualmente na Marc VDS, ainda sofre com as consequências de uma fratura na mão esquerda, sofrida após uma queda no TL1 para o GP da Holanda, etapa anterior. Após pilotar a Honda RC213V na sessão que abriu o fim de semana, Morbidelli decidiu não participar da prova, mesmo tendo sido liberado pelos médicos.

Com isso, quem assume a moto para a etapa alemã é um piloto da casa: Stefan Bradl, que deixou a MotoGP no fim de 2016 e atualmente é piloto de testes da Honda, participa da prova em Sachsenring.

"Desejo o melhor para Franco e que ele esteja de volta em Brno. A Honda entrou em contato comigo no final de semana passado para saber se eu estaria à disposição e eu disse que sim, pois estaria aqui de qualquer forma. Após o TL1, Alberto (Puig, chefe da Honda) me ligou e disse 'se você quiser, pode assumir a moto'. Foi realmente em cima da hora e uma surpresa, ainda mais sendo o GP da Alemanha. Amo estar aqui", disse Bradl.

Quer vender sua moto? Anuncie no MOTO.com.br!

Na pista, o mais rápido da sexta foi Jorge Lorenzo. Marc Márquez, que venceu nas últimas oito vezes que disputou provas no circuito, foi o quinto mais veloz, enquanto Valentino Rossi terminou o dia apenas na 17ª posição.

Foto: MotoGP/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br