MotoGP: LCR Honda terá piloto caseiro nos EUA

Na etapa deste fim de semana da MotoGP, a LCR Honda vai ver os seus esforços duplicados no GP dos Estados Unidos, no circuito Mazda Raceway Laguna Seca em Monterey, Califórnia.  Toni Elías, da LCR, vai contar com a companhia de Ben Bostrom, da Michael Jordan Motorsports, que vai participar da prova como “wild card”. Bostrom vai também correr, como é habitual, na classe AMA Superbike.

A decisão de convidar Bostrom, antigo piloto do Mundial de SBK, para competir na MotoGP numa Honda RC212V é resultado da excelente relação entre a LCR Team e a gestão da Michael Jordan Motorsports, formação propriedade da lenda da NBA Michael Jordan. A MotoGP está ganhando popularidade nos Estados Unidos e a corrida de Laguna Seca é uma das duas da MotoGP nos EUA este ano.

Como em 2010, quando a LCR Team deu a Roger Lee Hayden a oportunidade de correr com a moto da formação na MotoGP depois de Randy de Puniet ter fraturado a perna esquerda na corrida de Sachsenring, Alemanha, Lucio Cecchinello e os parceiros da equipe estão aproveitando a oportunidade para participarem de mais uma prova nos Estados Unidos com um piloto da casa.

Lucio Cecchinello:
“O GP dos Estados Unidos acontece numa das pistas mais espetaculares do mundo. O interesse dos fãs americano neste esporte cresce significativamente de ano para ano e o espectadores são sempre muito entusiásticos. Levando isso em conta e que alguns dos nossos parceiros têm interesses no mercado americano pensamos que devíamos organizar um evento especial antes da parada para as férias de Verão. Por causa da nossa grande relação entre a LCR e a Michael Jordan Motorsports, decidimos convidar um dos pilotos mais bem sucedidos em Laguna Seca para correr com as nossas cores: o Ben Bostrom. O Ben vai correr com uma das nossas RCV como “wild card” em apenas uma corrida, enquanto vai também participar da corrida do AMA Superbike pela Michael Jordan Motorsports. Gostaria de agradecer à Michael Jordan Motorsports pela grande colaboração e apoio”, disse.

Ben Bostrom:
"Não tenho palavras para expressar o quão excitado estou por ter esta grande oportunidade de correr na minha pista caseira perante todo o mundo. Tenho de agradecer à Michael Jordan Motorsports e à American Suzuki por permitirem que isto acontecesse. A colaboração entre o Lucio, LCR e a MJM tem sido fantástica. Vou saltar para a moto de GP e colocá-la o mais à frente possível. Depois vou para a minha Jordan Suzuki e tentar criar ainda mais magia”, finalizou.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br