MotoGP: Indianápolis aguarda ansiosa

As estrelas da categoria entram nas pistas a partir desta sexta feira para os primeiros treinos livres.

Por Roberto Brandão

Nem mesmo a repetição do furacão do ano passado nos Estados Unidos impedirá que Valentino Rossi saia de Indianápolis com a liderança do campeonato Mundial de motovelocidade.

O hexacampeão da MotoGP chega à décima segunda rodada com 50 pontos de vantagem, equivalentes a duas vitórias, após seu companheiro de equipe e rival ao título, Jorge Lorenzo, cometer erros e cair nas duas últimas rodadas quando estava na liderança.

Rossi venceu o grande prêmio inaugural de Indianápolis, no ano passado, que teve de ser interrompido faltando oito voltas para o final quando o rastro final do furacão Ike invadiu o circuito.

A vitória na prova deste ano, que coincide com o aniversário de 100 anos da circuito de Indianápolis, será a sexta do italiano neste ano. As outras corridas foram vencidas por Lorenzo, duas, Casey Stoner, duas, Daniel Pedrosa, uma, e Andrea Dovizioso, também uma.

Lorenzo espera que o novo contrato com a Yamaha lhe dê uma motivação a mais para melhorar seus resultados neste fim de semana, enquanto o terceiro colocado do campeonato, Stoner, irá novamente ficar de fora já que se recupera de uma doença.

O piloto da Repsol Honda, Pedrosa, que venceu Rossi em solo americano, em Laguna Seca, alguns meses atrás, se aproxima do piloto da Ducati, mas está bem longe de Rossi – 77 pontos atrás – para causar problemas.

Dois pilotos que estão loucos para dar um show à seus fãs de casa são os americanos Colin Edwards e Nicky Hayden. Edwards está fazendo uma bela temporada na Monster Yamaha e é o quinto colocado no campeonato – o melhor colocado das equipes satélites – e procura continuar assim para assegurar seu futuro na MotoGP.

O campeão mundial de 2006, Hayden, foi o segundo colocado na etapa do ano passado pilotando a Repsol Honda. Sua temporada na Ducati está provando ser um desafio e tanto, já que está na décima quarta colocação do campeonato e seu melhor resultado foi um quinto lugar.

A Ducati deve decidir daqui a pouco quem será sua opção para 2010, enquanto a Rizla Suzuki já confirmou que Loris Capirossi correrá ao lado de Álvaro Bautista. O empresário de Chris Vermeulen confirmou que o piloto australiano sairá da equipe e procura vagas na MotoGP e no WSBK.

A dupla da Gresini Honda, Toni Elias e Alex de Angelis, será substituída por Marco Melandri e Marco Simoncelli em 2010.

Mika Kallio continuará substituindo o ausente Stoner na Ducati Marlboro, enquanto o piloto da 250cc, Aleix Espargaró, fará sua primeira aparição na classe rainha na Pramac Ducati, no lugar de Kallio.

Os primeiros treinos livres para a décima segunda rodada da MotoGP, acontecem nesta sexta feira, a partir das 15hs.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br