MotoGP: Estréia positiva dos pneus Bridgestone de 2012

O Teste pós temporada do campeonato Mundial de Motovelocidade foi realizado com quase todas as motos da nova era das 1000cc em pista, incluindo as das Claiming Rule Team (CRT) da BQR Inmotec, BQR FTR, TeamLaglisse e Grellini Team. Todos os pilotos rodaram apenas com os pneus de 2012, o que fez com que o teste fosse a estréia absoluta dos calçados da Bridgestone da próxima temporada depois de um ano de desenvolvimento.

A nova família de pneus foi desenvolvido com os objetivos de obtenção de características de pilotagem mais fáceis, melhorando o aquecimento e de maior amplitude térmica de funcionamento, e as respostas dos pilotos foram positivas.

Este foi um teste importante não apenas do ponto de vista dos pneus, mas também por se tratar da primeira vez que os pilotos do próximo ano estiveram todos juntos na pista com as motos de 1000cc.

 “Este Teste foi a primeira oportunidade de darmos a todos os pilotos a nossa especificação de pneus de 2012, o que era muito importante para nós. Todo os pilotos rodaram com os pneus de 2012 em ambos os dias de testes da nova era das 1000cc, incluindo as novas motos CRT”, disse Tohru Ubukata, diretor geral do departamento de Desenvolvimento de Pneus de Competição da Bridgestone.

“Os pneus que fornecemos são os que vão ser utilizados na próxima época, mas este Teste foi o primeiro oficial para as motos de 1000cc, pelo que esta é a primeira fase de aprendizagem destas novas motos e não vamos descansar à sombra dos nossos feitos. Vamos continuar a aprender as suas características em cada teste e continuar o desenvolvimento dos pneus até e durante a próxima temporada”, continuou.

“Começamos o desenvolvimento desta nova família de pneus mais ou menos neste mesmo momento do ano passado e usamos todas as oportunidade de testes durante esta temporada para continuarmos com o programa de desenvolvimento e acredito que o que temos será visto como um passo em frente no que toca às principais preocupações apontadas este ano”.

“O nosso objetivo com estes novos pneus é tornar mais fáceis as suas características de aderência, melhorar o aquecimento e aumentar a amplitude térmica de funcionamento. Os dados coligidos nos últimos dois dias deixam-me satisfeito a respeito da concretização destas metas e as respostas dos pilotos foram positivas, o que me deixa confiante na prestação dos pneus no próximo ano. Também estou contente com as respostas positivas das equipas CRT em relação ao nosso novo pneu e prestação de aquecimento”, concluiu Ubukata.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br