MotoGP: Dovizioso dispara no início e vence em Misano

Neste domingo (9), uma Ducati voltou ao topo do pódio em Misano após 11 anos. Andrea Dovizioso foi o responsável pelo feito, vencendo o GP de San Marino de MotoGP. 

Quer vender sua moto? Anuncie no MOTO.com.br!

A vitória do italiano foi construída nas primeiras voltas. Largando em quarto, Dovizioso foi agressivo nas primeiras voltas e rapidamente se colocou atrás de Jorge Lorenzo, que largou na pole e liderava a disputa. 

Na sexta volta, Dovizioso deu o bote em cima de Lorenzo e assumiu a liderança da prova. A partir daquele momento, o vice-campeão de 2017 tratou de abrir vantagem enquanto Lorenzo lidava com a pressão de Marc Márquez. 

Se Dovizioso tinha vida tranquila, Lorenzo e Márquez se viram mais uma vez em uma batalha acirrada por posição.  

Após trocarem de posição algumas vezes, o espanhol da Ducati se consolidou em segundo e tentava reduzir a diferença em relação ao companheiro de equipe quando, a duas voltas do fim, sofreu uma queda na curva 8 e perdeu qualquer chance de lutar pela vitória. 

A vida de Dovizioso, que já estava tranquila, ficou ainda mais sossegada e bastou ao italiano seguir sem forçar para a terceira vitória na temporada 2018. Márquez foi o segundo e Cal Crutchlow herdou o terceiro lugar após a queda de Lorenzo. 

Alex Rins foi o quarto e Maverick Viñales o quinto. Dani Pedrosa completou a prova em sexto e Valentino Rossi não conseguiu dar alegria aos fãs na corrida caseira, terminando em um discreto sétimo lugar.

Confira os equipamentos disponíveis no Shopping.MOTO.com.br!  

Andrea Iannone, Álvaro Bautista e Johann Zarco fecharam o top-10 da MotoGP em Misano. Franco Morbidelli cruzou a linha de chegada no 12º lugar. Com os resultados deste domingo, Márquez segue líder do campeonato, agora com 221 pontos. Dovizioso subiu para a vice-liderança, com 154 pontos, rebaixando Rossi, que foi aos 151, para o terceiro lugar.

Na Moto3, Lorenzo Dalla Porta venceu pela primeira vez na categoria e Francesco Bagnaia triunfou mais uma vez na Moto2. A prova da classe intermediária do Mundial de Motovelocidade foi marcada pela desclassificação de Romano Fenati, que acionou o freio dianteiro de Stefano Manzi no meio da reta que leva para a curva 8. Veja o incidente:

 

Confira o resultado final da MotoGP: 

Pos. Pontos Num. Piloto Team Bike Tempo/Dif.
1 25 4 Andrea DOVIZIOSO Ducati Team Ducati 42'05.426
2 20 93 Marc MARQUEZ Repsol Honda Team Honda 2.822
3 16 35 Cal CRUTCHLOW LCR Honda CASTROL Honda 7.269
4 13 42 Alex RINS Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 14.687
5 11 25 Maverick VIÑALES Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 16.016
6 10 26 Dani PEDROSA Repsol Honda Team Honda 17.408
7 9 46 Valentino ROSSI Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 19.086
8 8 29 Andrea IANNONE Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 21.804
9 7 19 Alvaro BAUTISTA Angel Nieto Team Ducati 23.919
10 6 5 Johann ZARCO Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 27.559
11 5 9 Danilo PETRUCCI Alma Pramac Racing Ducati 30.698
12 4 21 Franco MORBIDELLI EG 0,0 Marc VDS Honda 32.941
13 3 30 Takaaki NAKAGAMI LCR Honda IDEMITSU Honda 33.461
14 2 41 Aleix ESPARGARO Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 35.686
15 1 51 Michele PIRRO Ducati Team Ducati 35.812
16   38 Bradley SMITH Red Bull KTM Factory Racing KTM 46.500
17   99 Jorge LORENZO Ducati Team Ducati 46.614
18   43 Jack MILLER Alma Pramac Racing Ducati 50.593
19   55 Hafizh SYAHRIN Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 55.168
20   17 Karel ABRAHAM Angel Nieto Team Ducati +1'02.255
21   45 Scott REDDING Aprilia Racing Team Gresini Aprilia +1'09.475
22   12 Thomas LUTHI EG 0,0 Marc VDS Honda +1'12.608
23   23 Christophe PONSSON Reale Avintia Racing Ducati 1 volta
Não Completaram            
    6 Stefan BRADL HRC Honda Team Honda 10 voltas
    44 Pol ESPARGARO Red Bull KTM Factory Racing KTM 10 voltas
    10 Xavier SIMEON Reale Avintia Racing Ducati 25 voltas

Foto: MotoGP/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br