moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

MotoGP: Crutchlow vence 'corrida maluca' e assume liderança

GP da Argentina teve largada adiada, confusão na formação do grid e Marc Márquez envolvido em polêmicas - uma delas com Valentino Rossi

08 de April de 2018
Compartilhe este conteúdo:

Neste domingo (8), a MotoGP viveu uma das corridas mais conturbadas dos últimos anos. No fim, quem levou a melhor foi Cal Crutchlow, que venceu o duelo contra Johann Zarco e Alex Rins para garantir o lugar mais alto do pódio no GP da Argentina, segunda etapa da temporada 2018.

A confusão em Termas de Rio Hondo começou antes mesmo da largada. Após saírem com pneus de chuva, quase todos os pilotos recolheram as motos para os boxes para pegar a que estaria com os pneus de pista seca. Só um não fez isso: Jack Miller, que já havia feito a aposta pelos compostos lisos.

A direção de prova se atrapalhou completamente, adiou a largada e Miller ficou sozinho no grid enquanto os demais pegavam a moto para pista seca e os chefes de equipe discutiam com o diretor de prova o que fazer para realinhar o grid.

No fim, decidiu-se dar algum espaço de vantagem para o australiano, colocando o resto do grid algumas filas para trás. Na largada, mais confusão: a moto de Marc Márquez apagou e o espanhol, buscando fazer a moto pegar novamente, foi para a frente do grid e depois voltou para a posição de largada na contramão.

Confira os equipamentos disponíveis no Shopping.MOTO.com.br!

O ato do atual campeão não passou impune: Márquez levou um ride through – cumprido quando ele já havia assumido a liderança da prova – caindo para a 19ª posição. Na ânsia de recuperar as posições, o piloto da Honda passou do ponto em algumas ultrapassagens: uma sobre Aleix Espargaró, jogando o compatriota para fora da pista, e a outra sobre Valentino Rossi.

Na segunda, o resultado foi mais polêmico: Márquez forçou Rossi para fora da pista e o italiano foi ao chão, reclamando da manobra do espanhol.

Enquanto isso, um grupo formado por Miller, Alex Rins, Johann Zarco e Crutchlow se destacou na briga pela vitória. Os quatro lideraram a disputa em algum momento, mas Rins e Miller acabaram ficando para trás ao cometer erros.

Zarco chegou a liderar a duas voltas do final, mas o britânico da LCR superou o piloto da Tech 3 e seguiu firme para a vitória, que o coloca na liderança do campeonato. O francês foi o segundo e Rins o terceiro, chegando ao pódio pela primeira vez na MotoGP.

Quer vender sua moto? Anuncie no MOTO.com.br!

Miller teve de se contentar com o quarto lugar e Márquez cruzou a linha de chegada na quinta posição. Entretanto, a direção de prova puniu novamente o espanhol – desta vez, por pilotar de maneira perigosa. Com isso, foram acrescidos 30 segundos ao tempo de prova do atual campeão, que despencou para o 18º lugar.

Maverick Viñales herdou o quinto lugar, seguido por Andrea Dovizioso, Tito Rabat, Andrea Iannone, Hafizh Syarin e Danilo Petrucci, que completou o top-10 na Argentina. Franco Morbidelli foi o 14º e Rossi terminou em 19º após a queda.

Na Moto2, Eric Granado terminou em 29º. A prova foi vencida por Mattia Pasini. Na Moto3, o vencedor foi Marco Bezzecchi.

A próxima etapa da MotoGP, o GP das Américas, acontece no dia 22 de abril.

Confira o resultado final do GP da Argentina:

Pos. Pontos Num. Piloto Equipe Moto Tempo/Dif.
1 25 35 Cal CRUTCHLOW LCR Honda CASTROL Honda 40'36.342
2 20 5 Johann ZARCO Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 0.251
3 16 42 Alex RINS Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 2.501
4 13 43 Jack MILLER Alma Pramac Racing Ducati 4.390
5 11 25 Maverick VIÑALES Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 14.941
6 10 4 Andrea DOVIZIOSO Ducati Team Ducati 22.533
7 9 53 Tito RABAT Reale Avintia Racing Ducati 23.026
8 8 29 Andrea IANNONE Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 23.921
9 7 55 Hafizh SYAHRIN Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 24.311
10 6 9 Danilo PETRUCCI Alma Pramac Racing Ducati 26.003
11 5 44 Pol ESPARGARO Red Bull KTM Factory Racing KTM 31.022
12 4 45 Scott REDDING Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 31.891
13 3 30 Takaaki NAKAGAMI LCR Honda IDEMITSU Honda 32.452
14 2 21 Franco MORBIDELLI EG 0,0 Marc VDS Honda 42.061
15 1 99 Jorge LORENZO Ducati Team Ducati 42.274
16   19 Alvaro BAUTISTA Angel Nieto Team Ducati 42.625
17   12 Thomas LUTHI EG 0,0 Marc VDS Honda 43.350
18   93 Marc MARQUEZ Repsol Honda Team Honda 43.860
19   46 Valentino ROSSI Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 52.082
20   17 Karel ABRAHAM Angel Nieto Team Ducati +1'03.944
21   10 Xavier SIMEON Reale Avintia Racing Ducati +1'10.144
Não completaram
    38 Bradley SMITH Red Bull KTM Factory Racing KTM 7 voltas
    41 Aleix ESPARGARO Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 11 voltas
    26 Dani PEDROSA Repsol Honda Team Honda 0 voltas

Fotos: MotoGP/Divulgação

 



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Diogo Moreira estreia com bons resultados na Moto4

WSBK: Rea e Davies vencem corridas em Aragón

Kawakami entre os 10 mais rápidos em pré-temporada da Rookies Cup

MotoGP: em São Paulo, Márquez minimiza polêmicas da Argentina

MotoGP: Crutchlow vence 'corrida maluca' e assume liderança

MotoGP: Miller surpreende e conquista pole na Argentina; Rossi é 11º

ICGP: Primeira etapa conta com grid de 27 pilotos

Desmosedici Stradale é o novo motor Ducati quatro cilindros

SBK Brasil: Eric Granado vence etapa de Londrina (PR)

Trackday: um dia de pista é garantia de pura diversão

SBK Brasil: GP de Curitiba acontece nesse final de semana

HND Racing PRT reforça grid das 500 Milhas Brasil

Yamaha vence 8 Horas de Suzuka com a nova YZF-R1

Rafael Paschoalin conquista pódios em provas de Flat Track nos EUA


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras