MotoGP: Chega de especulações

O piloto espanhol, Jorge Lorenzo, anunciou que continuará na Yamaha para a temporada de 2010.

Por Roberto Brandão

Após meses de especulações, Jorge Lorenzo e a equipe Yamaha assinaram um contrato que estende por mais um ano as atividades do espanhol como piloto da marca nipônica. O atual vice-líder do campeonato correrá ao lado de Valentino Rossi por mais uma temporada.

Com o contrato de dois anos de Lorenzo chegando ao fim nesta temporada, o futuro do jovem piloto virou assunto desde que rumores sobre sua mudança para a Honda surgiram na segunda etapa, no Japão.

Entretanto, a Honda anunciou em Brno, na República Checa, que ficaria com seus atuais pilotos, Daniel Pedrosa e Andrea Dovizioso por mais dois anos. As esperanças da Yamaha para manter seu piloto foram descartadas quando a Ducati apresentou uma grande oferta pelo espanhol. Alguns afirmaram com toda certeza que a marca italiana levaria Lorenzo, mas foi provado o contrário com a confirmação do contrato com a Yamaha.

“Estou muito feliz!”, disse Lorenzo. “Hoje é um belo dia, porque decidi ficar com a equipe Yamaha em 2010. Foi uma decisão muito importante e demorei algumas semanas para tomá-la, mas acho que fiz o melhor para mim. Eu gostaria de agradecer à toda equipe Yamaha pois fizeram tudo aquilo que me prometeram, e especialmente para Lin Jarvis e Masao Furusawa”, completou.

Lin Jarvis, Diretor Chefe a Yamaha Motor Racing, também agradece a decisão do piloto. “Nós estamos obviamente muito felizes por Lorenzo decidir continuar conosco na próxima temporada e esperamos que ele continue na Yamaha por muitos anos. Lorenzo mostrou seu talento, sua habilidade para aprender e que é capaz de competir com os melhores nomes da MotoGP. Nós não temos dúvidas que ele está apto a se tornar um campeão mundial da categoria e estamos orgulhosos de sua decisão de continuar na Yamaha embora tenha recebido ótimas ofertas de nossos competidores. A decisão nos deixa mais concentrados no campeonato, onde nossos dois pilotos estão em primeiro e segundo lugar, e nos planos definitivos para a temporada 2010”, explicou.

A YZR-M1 mostrou ser a melhor máquina do grid e Lorenzo acha que suas chances de virar campeão mundial são melhores sendo companheiro de equipe de Rossi do que como primeiro piloto de outra fábrica.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br