MotoGP chega à penúltima etapa em Estoril

O Grande Prêmio de Portugal marca a reta final da temporada 2010 da competição.

Por Roberto Brandão

A décima sétima das dezoito etapas do Campeonato Mundial de motovelocidade, em Estoril, neste fim de semana, marca o marca o início da reta final da competição em 2010, com Grande Prêmio de Portugal sendo o primeiro dos últimos dois GPs do ano e que se disputam em finais de semana consecutivos. Jorge Lorenzo já conquistou o título, mas ainda falta saber em que posições vão terminar Daniel Pedrosa, Casey Stoner, Valentino Rossi e Andrea Dovizioso.

Com Lorenzo sem qualquer pressão, o piloto da Fiat Yamaha vai certamente tentar fechar o ano com triunfos e a verdade é que em Estoril o jovem espanhol só conheceu triunfos na categoria rainha. Nas suas duas anteriores visitas ao traçado português na MotoGP, em 2008 e 2009, Lorenzo venceu desde a pole e por isso estará confiante na conquista da oitava vitória da temporada.

Esperando um regresso à ação com mais sucesso que na Austrália, Daniel Pedrosa, da Repsol Honda, contou com 12 dias extras de repouso para recuperar da lesão na clavícula. O jovem de 25 anos lidera o quarteto que ainda tem a possibilidade de terminar em segundo da geral e terminou no pódio em Estoril nos últimos três anos.

Stoner, da Ducati, que subiu para oitavo na lista de vencedores de todos os tempos da categoria rainha com a 23ª vitória da carreira na última etapa, já por duas vezes terminou no pódio no circuito de Estoril na MotoGP e o bom momento que está passando faz com que deva dar tudo para garantir a primeira vitória da Ducati em Portugal. A oito pontos de distância está Valentino Rossi, que tem o maior número de triunfos na pista, cinco. O piloto da Fiat Yamaha conta com um total de nove pódios em Estoril e só por uma vez não ficou entre os três primeiros nas dez últimas visitas ao traçado, no ano passado, quando foi quarto.

Dovizioso encontra-se a 18 pontos a mais do compatriota italiano e o jovem da Repsol Honda estará determinado em voltar ao pódio depois de ter interrompido a sequência de dois resultados nos três primeiros na Austrália. Ben Spies (Monster Yamaha Tech 3) já garantiu o título de Melhor Estreante do Ano e de melhor piloto privado de 2010 e em Estoril vai deparar-se com uma pista que não conhece. Fato que parece não afetar o norte americano.

Nicky Hayden (Ducati Team) será outro piloto apostado em vingar a desilusão de ter perdido um lugar no pódio na última jornada. A forma apresentada por Marco Simoncelli nas 250cc em Estoril – segundo em 2008 e vencedor em 2009 – deve ser motivo de confiança extra para o piloto da San Carlo Honda Gresini já que continua progredindo de forma impressionante. Randy de Puniet (LCR Honda) é outro nome que busca um final de temporada em alta.

A Pramac Racing confirmou que Carlos Checa vai correr pela equipa nas duas últimas etapas da MotoGP de 2010, em Estoril e Valência. O espanhol de 38 anos vai substituir o finlandês Mika Kallio, que decidiu, ainda na Austrália, terminar a parceria com a equipe mais cedo para continuar recuperação da lesão no ombro.

As duas últimas jornadas do ano também assistem ao regresso do formato de três sessões de treinos livres que foi avaliada com sucesso em Aragón. Assim, a primeira sessão de treinos da MotoGP em Estoril está marcada para as 10h05 (locais) de sexta-feira.

A décima sétima etapa do campeonato Mundial de Motovelocidade acontecerá neste fim de semana, e será transmitida pelo canal de TV por assinatura, SporTV, a partir das 8hs da manhã de domingo.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br