MotoGP: Cem vezes Valentino Rossi

O menino de ouro, Valentino Rossi se tornou o segundo piloto na história do motociclismo que conquistou cem vitórias na MotoGP, hoje, no grande prêmio da Holanda, no circuito de Assen.

Com um desempenho perfeito, o italiano saiu na pole position, e a partir daí, não perdeu mais a primeira posição. Sua vitória foi celebrada com um banner contendo as fotos de todas as suas cem vitórias, desde a 125cc, até a classe rainha da motovelocidade.

Seu companheiro de equipe, Jorge Lorenzo, ficou com a segunda colocação pela terceira vez na temporada. O espanhol largou na terceira posição, mas saiu mal, perdendo três colocações. Mesmo conseguindo ultrapassar os adversários e ir para o segundo lugar, não foi capaz de ameaçar Rossi como fez na etapa anterior, na Catalunha.

Com este resultado, a equipe Fiat Yamaha conquistou sua quinta dobradinha nas sete etapas já disputadas.

O piloto da Ducati Marlboro, Casey Sotner, completou o pódio em uma perseguição solitária a Lorenzo na terceira colocação. O australiano segue atrás de seus rivais na tabela de classificação.

Colin Edwards conseguiu seu melhor resultado nesse ano e ficou na quarta colocação. Ele era o primeiro da melhor batalha da prova, a briga pela quarta colocação. O piloto da Rizla Suzuki, Chris Vermeulen e o companheiro de equipe Edwards, James Toseland, ficaram na quinta e sexta colocações e também fizeram suas melhores apresentações da temporada.

Randy de Puniet, colocou sua LCR Honda na sétima posição, logo na frente do companheiro de equipe de Stoner, Nicky Hayden.

O companheiro de equipe de Vermeulen, Loris Capirossi, conseguiu ficar na nona posição. Alex de Angelis, terminou a prova em 43min0s621 e colocou sua Gresini Honda na décima posição.

A equipe Repsol Honda ficou de fora mais uma vez por conta dos erros de seus pilotos. Daniel Pedrosa e Andrea Dovizioso estavam muito bem na prova, até errarem sozinhos e abandonarem a prova.

Um dos melhores desempenhos em Assen foi do finlandês, Mika Kallio, que está na sua primeira temporada da MotoGP, e estava brigando pela sexta colocação quando caiu na última volta e não pode levar sua Ducati Pramac para a linha de chegada.

Toni Elias, que estava na briga com Kallio pela sexta posição, tomou uma penalidade de 20 segundos por utilizar a área de escape ilegalmente na última volta, e acabou a corrida na décima segunda posição.

Resultados:
1) Valentino Rossi (ITA/Fiat Yamaha), 42min14s611
2)  Jorge Lorenzo (ESP/Fiat Yamaha), 42min19s979
3) Casey Stoner (AUS/Ducati Marlboro), 42min37s724
4) Colin Edwards (EUA/Monster Yamaha), 42min43s725
5) Chris Vermeulen (AUS/Rizla Suzuki), 42min48s216
6) James Toseland (ING/Monster Yamaha), 42min53s958
7) Randy de Puniet (FRA/LCR Honda), 42min54s154
8) Nicky Hayden (EUA/Ducati Marlboro), 42min54s434
9) Loris Capirossi (ITA/Rizla Suzuki), 42min55s284
10) Alex de Angelis (RSM/Honda Gresini 43min0s621
11) Marco Melandri (ITA/Hayate Racing), 43min12s388
12) Toni Elias (ESP/Honda Gresini), 43min14s385
13) Sete Gibernau (ESP/Grupo Francisco Hernando), 43min19s977
14) Niccolo Canepa (ITA/Pramac Racing), 43min24s508
15) Yuki Takahashi (JAP/Scot Racing), 43min24s541
16) Gabor Talmacsi (HUN/Scot Racing), 41min57s980



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br