moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

Moto1000 GP: Reforma em pistas muda calendário

Obras em autódromos faz organização mudar provas de Interlagos para Campo Grande e de Brasília para Goiânia

17 de June de 2015
Compartilhe este conteúdo:

O Moto 1000 GP anuncia a mudança de sede de duas etapas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade de 2015. A quarta prova, prevista no calendário inicial para acontecer em São Paulo (SP), está transferida para Campo Grande (MS). A sexta, programada para Brasília (DF), passa a ter como sede Goiânia (GO) – que também receberá a competição em sua terceira etapa, no dia 28 de junho, tendo em disputa o GP Michelin.

A mudança de local das duas etapas deve-se às obras de reforma do Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, em São Paulo, que já recebeu seis eventos do Moto 1000 GP desde a criação do campeonato em 2011, e do Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília, onde aconteceram etapas nos campeonatos de 2011, 2012 e 2014. O estágio de reforma tornou inviável a realização das corridas nestas duas pistas na atual temporada.

“Fizemos um bom planejamento para o calendário de 2015, incluindo as praças importantes e pensando no que internamente nós chamamos de EPPP – equipes, pilotos, patrocinadores e público”, diz o promotor do Moto 1000 GP, Gilson Scudeler. “Ocorre que o cenário atual dos autódromos é de renovação. Isso quer dizer que temos inicialmente que abrir mão do uso por ora para que, no futuro, eles estejam mais modernos e seguros”, acrescenta.

A condição dos autódromos levou a direção do Moto 1000 GP a avaliar as opções disponíveis para substituição. “Um dos fatores que consideramos foi o nível de segurança que cada pista oferece para provas de motovelocidade. A melhor opção levarmos nossa quarta etapa para Campo Grande e a sexta para Goiânia. O importante foi que mantivemos as datas estipuladas desde o início. Era um compromisso do qual não abriríamos mão”, informa Scudeler.

Campo Grande recebeu o Moto 1000 GP uma única vez, na sétima e penúltima etapa do campeonato de 2013. “Aquela foi uma etapa de sucesso, com grande adesão do público, sendo considerada uma das melhores do ano. Goiânia é outro local que conta com um público fiel e apaixonado pelas provas de motovelocidade. O circuito de lá é um dos principais do Brasil, com um alto índice de segurança aos pilotos”, observa o promotor do campeonato.

Gilson Scudeler não disfarçou a decepção pessoal diante da exclusão da etapa brasiliense. “A etapa de Brasília foi a que reuniu nosso maior público em 2014, infelizmente não podemos brindar essa torcida com a presença dos melhores pilotos do Brasil. O caso de Interlagos é diferente, ainda teremos em Interlagos a última etapa do campeonato, no dia 29 de novembro. Vamos levar o Moto 1000 GP aos paulistas apaixonados por motovelocidade”, encerra.

Foto: Equipe Sanderson/Moto 1000 GP



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

WSBK: GP da Espanha acontece neste fim de semana

MotoGP: GP da Austrália acontece neste final de semana

SBK Brasil: Goiânia recebe 7ª etapa dia 22/10

Yamaha anuncia desafio Valentino Rossi x Motobot

MotoGP: gatas molhadas no paddock do GP do Japão

MotoGP: Andrea Dovizioso tem vitória convincente no Japão

Guilherme Brito disputará seletiva para Red Bull MotoGP Rookies Cup

Desmosedici Stradale é o novo motor Ducati quatro cilindros

SBK Brasil: Eric Granado vence etapa de Londrina (PR)

Trackday: um dia de pista é garantia de pura diversão

SBK Brasil: GP de Curitiba acontece nesse final de semana

HND Racing PRT reforça grid das 500 Milhas Brasil

Yamaha vence 8 Horas de Suzuka com a nova YZF-R1

Rafael Paschoalin conquista pódios em provas de Flat Track nos EUA


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras