Moto 1000 GP: Diego Faustino vence mais uma na GP 1000

Diego Faustino viveu um fim de semana perfeito na quarta etapa do Moto 1000GP. O paranaense da Motonil Motors repetiu o desempenho da véspera e venceu na tarde deste domingo (25/09) a oitava corrida da temporada da categoria GP 1000, no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul (RS). Com o resultado, ele manteve a vice-liderança e reduziu a 35 pontos sua desvantagem em relação ao líder Alan Douglas, quarto colocado na corrida.

O destaque inicial ficou por conta do desempenho de Robson Portaluppi na largada. O gaúcho, que atuou como piloto convidado da equipe Moto 1000GP, saltou da segunda fila para a liderança na reta principal. Permaneceu à frente até a abertura da segunda volta, quando foi superado por Faustino. Douglas era pole-position e, ainda com o rendimento da moto comprometido pelo acidente sofrido nos treinos, perdeu posições já na reta inicial.

Enquanto Faustino tomava a liderança de Portaluppi, Carlesso assumia o terceiro lugar, deixando Douglas administrando o quarto lugar que manteria até a última das 17 voltas. Depois de várias tentativas de tomar a posição do piloto da casa, o catarinense da Pitico Race permaneceu atrás, acompanhando seu ritmo. O ataque que lhe valeu a ultrapassagem decisiva veio na antepenúltima volta – os quatro primeiros competiram com motos BMW S1000RR.

Faustino, que chegou a Santa Cruz do Sul 56 pontos atrás de Douglas, viu a queda dessa diferença como saldo principal. “Foi um fim de semana perfeito e eu voltei à disputa no campeonato”, comemorou. “Meu plano hoje foi o mesmo da corrida de ontem, eu sabia que teria de largar e imprimir umas voltas rápidas no começo. Deu certo, de novo, eu já estou bem melhor adaptado à nova moto”, comemorou o paranaense da Motonil Motors.

Para Carlesso, o segundo lugar trouxe alívio. “Enfrentei muitos problemas nos treinos livres, troquei de moto para o treino classificatório. E hoje eu já tinha o equipamento mais na mão”, relatou. Portaluppi enalteceu o fato de ter voltado ao pódio. “Perdi um pouco de rendimento no fim da prova, mas tive uma participação boa, com dois pódios. Só tenho a agradecer o convite do evento e torcer para dar certo meu plano de fazer o campeonato completo em 2012”, disse.

O gaúcho fez questão de frisar seu aval à proposta do Moto 1000GP. “Eu faço um convite aos pilotos da motovelocidade para virem, também, para este campeonato, esta categoria. É acessível e muito competitiva”, definiu. A próxima etapa do Moto 1000GP terá suas provas nos dias 15 e 16 de outubro, no Autódromo Internacional de Curitiba.

Após 17 voltas, o resultado final da oitava etapa da categoria GP 1000 em Santa Cruz do Sul foi o seguinte:

1º) Diego Faustino (PR/Motonil Motors), BMW, 25min15s252
2º) Sarin Carlesso (SC/Pitico Race), Suzuki, a 16s728
3º) Robson Portaluppi (RS/Moto 1000 GP), BMW, a 18s023
4º) Alan Douglas (SP/Pitico Race), BMW, a 36s723
5º) Miguel Angel Carbajal (RS/Power Racing), Suzuki, a 44s281
6º) Giovani Mocelin (SC/Pr1mus Racing School), Honda, a 44s426
7º) Juliano Vendrami (SC/Blue Ville), Yamaha, a 52s970
8º) Alexandre Kracik Rosa (RS/Penélope Racing), Suzuki, a 58s616
9º) Paulo Higino (RS/Ascari Trackdays), Suzuki, a 58s721
10º) Carlos Barcelos Pereira (RS/Power Racing), Suzuki, a 1min32s172
11º) Rodrigo Schirmann (RS/Schirmann Racing Team), Suzuki, a 1 volta
12º) Leandro Rad (RS/Rad Racing School), Kawasaki, a 1 volta
13º) Elson Tenebra (SP/Rota K), Kawasaki, a 1 volta
14º) Betinho da Rosa (RS/Power Racing), Suzuki, a 2 voltas

Não completaram
Anderson Mocelin (SC/Pr1mus Racing School), Honda, a 10 voltas
Jaime Pereira Cristóbal (SP/JC Racing Team), Honda, a 17 voltas
Melhor volta: Faustino, 1min28s198, média de 144,084 km/h

Classificação
1º) Alan Douglas, 174 pontos; 2º) Diego Faustino, 139; 3º) Sarin Carlesso, 99; 4º) Jaime Pereira Cristobal, 65; 5º) Osmar Gonçalves, 37; 6º) Luiz Cerciari e Robson Portaluppi, 36; 8º) Murilo Colatreli, 33; 10º) Rafael Paschoalin, 32; 10º) Pierre Chofard e Elson Tenebra, 25; 12º) Joel Soares Júnior, 22; 13º) Rafael Paschoalin, 21; 14º) Pablo Martins, 18; 15º) Maurício Alexandre, 16.

BMW Cup: Ricardo Kastropil é o primeiro campeão
O piloto Ricardo Kastropil entrou para a história da motovelocidade nacional neste domingo (25/09) como primeiro campeão do Moto 1000GP. O piloto de Guarulhos, que pilota a moto número 70 da JC Racing Team, comemorou sua quarta vitória consecutiva na BMW S1000RR Cup, no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul. O resultado, somado a dois segundos e dois terceiros lugares, assegurou-lhe matematicamente a conquista do título da categoria.

O título garante a Kastropil, também, os prêmios anunciados ao início da temporada – uma viagem Europa, para conhecer a linha de montagem das motos S1000RR da BMW na Alemanha e acompanhar dos boxes com Alexandre Barros, um dos promotores do Moto 1000 GP, uma etapa do Mundial MotoGP. “Conhecer a fábrica da minha moto, ir aos boxes do Mundial, isso tudo é igual à propaganda do cartão de crédito, não tem preço. Não é algo mensurável”, disse.

Kastropil sobrepôs a evolução de sua pilotagem à conquista do título. “Ser campeão é importante, lógico, é o fruto de todo um trabalho, mas mais importante que o título é o aprendizado que eu tenho conseguido neste ano. Acho que esse é o propósito do Moto 1000 GP, proporcionar aprendizagem aos pilotos, e para mim esse propósito tem sido muito, muito válido”, acrescentou o campeão. “Mas ainda não terminou, mantemos o foco para as últimas etapas.”

GP Light: Sexta vitória de Eduardo Costa Neto 
A BMW S1000RR Cup divide grid com o da GP Light, que teve neste domingo a sexta vitória de Eduardo Costa Neto. O paulista da Mobil Rush Racing Team, largando da pole-position, liderou a disputa de ponta a ponta, completando as 15 voltas da prova mais de 22 segundos à frente do gaúcho Fabiano Vargas, da Tecnoglass Racing, segundo. O pódio contou ainda com João Victor “Tripinha” Batista, da Fura 300 Racing, que terminou em terceiro.

“Eu ofereço esta vitória à minha equipe, que mais uma vez me deu uma moto supercompetitiva”, atribuiu Costa Neto, que ampliou sua vantagem sobre o vice-líder Tripinha para 45 pontos. “É muito prazeroso correr no Sul, é um grande dia para mim. Meu patrocinador, Mobil, trouxe uma grande torcida, há gente que viajou mais de 300 quilômetros para vir aqui e torcer por mim. Essa vitória é para eles, eu tenho muito a agradecer a todos”, declarou.

O desempenho de Vargas, que havia sido quarto colocado na corrida que abriu a rodada dupla em Santa Cruz do Sul na véspera, foi suficiente para levá-lo a anunciar participação na próxima etapa, dias 15 e 16 de outubro em Curitiba. O vice-líder Tripinha disse estar satisfeito com o resultado. “Eu queria, lógico, chegar mais à frente, mas o terceiro lugar está bom. É importante manter a regularidade, e eu tenho me mantido sempre no pódio ou perto dele”, frisou.

Depois de 15 voltas, o resultado final da oitava etapa da categoria GP Light no Moto 1000 GP, em Santa Cruz do Sul, foi o seguinte:

1º) Eduardo Costa Neto (SP/Mobil Rush Racing Team), Kawasaki, 22min52s390
2º) Fabiano Vargas Alegre (RS/Tecnoglass Racing), Yamaha, a 22s917
3º) João Victor Batista (MS/Fura 300 Racing), Honda, a 23s988
4º) Sérgio Laurentys (SP/Mobil Rush Racing Team), Kawasaki, a 35s144
5º) Mariano Spolier (RS/Team Spolier 77), Honda, a 42s590
6º) Elder Cabreira (RS/Penélope Racing), Yamaha, a 42s682
7º) Nick Iatauro (SP/Pitico Race), Honda, a 56s540
8º) Maico Colussi (RS/Rad Racing School), Suzuki, a 1min02s891
9º) Alex de Quadros (RS/Rad Racing School), Kawasaki, a 1min07s268
10º) Bruno Madera (URU/Rinaldi), Yamaha, a 1min15s218
11º) Ricardo Kastropil (SP/JC Racing Team), BMW, a 1min17s679
12º) Pablo Friedrich Dornelles (RS/Rad Racing School), Kawasaki, a 1min30s776
13º) Tercius Dalmas (SC/Formáquinas Racing), Honda, a 1 volta
14º) Marcos Boeira (RS/Rad Racing School), Suzuki,
15º) Bruno Ströher (RS/Ströher Racing), Honda, a 1 volta
16º) Jackson Silva Lins (SC/Os Mano Racing), Honda, a 1 volta
17º) Heverton Lins (RS/Os Mano Racing), BMW, a 1 volta
18º) Crystian dal Bello (RS/Penélope Racing), Yamaha, a 2 voltas
19º) Lisandro Soares (RS/Rad Racing School), Honda, a 3 voltas
20º) Sérgio Ronaldo Oliveira (RS/Rad Racing School), Kawasaki, a 3 voltas

Não completaram
Guilherme Schirmann (RS/Schirmann Racing Team), Suzuki, a 6 voltas
Joniran Saling (SC/Speed Motocenter-Speed Style), Honda, a 15 voltas
Melhor volta: Costa Neto, 1min30s210, média de 140,871 km/h

Classificação
1º) Eduardo Costa Neto, 190; 2º) João Victor Batista, 145; 3º) Nick Iatauro, 105; 4º) Sérgio Laurentys, 96; 5º) Renato Andreghetto e Rafael Zanuto, 36; 7º) Luís Fittipaldi, 34; 8º) Fabiano Vargas, 33; 9º) Mariano Spolier, 27; 10º) Joniran Saling, 25; 11º) Leymar Sanches, 23; 12º) Reynaldo Mendes e Robson Pereira, 21; 14º) Beto Juliani, 20; 15º) Vitor de Castro, 18.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br