Montiron acredita em Dovizioso e na Honda

Diretor da Jir Team Scot, acredita que bons tempos estão por vir para a equipe em 2009.

Por Adilson

Gianluca Montiron, diretor da equipe Jir Team Scot, satélite da Honda, conta o que espera para essa temporada na MotoGP de seus piotos e os objetivos para o futuro. Montiron acredita que em breve as equipes de fábrica e as satélites estarão no mesmo patamar de competição.

Gianluca, você tem muitos anos de experiência na categoria rainha do motociclismo, mas agora, depois de sete corridas, o que pensa do campeonato até o momento e quais são os seus objetivos para a equipe?
“O objetivo é estar nos cinco primeiros do campeonato e isso continua a ser a meta para a temporada. Queríamos criar uma equipe em volta do único piloto que temos no MotoGP para criamos as condições ideais para Andrea Dovizioso crescer. O Andrea mostrou ser um piloto muito rápido e consistente. Ele agora precisa ganhar experiência corrida a corrida para melhorar de forma continua e sentir-se bem com a moto. É claro que para fazer isto estamos de olho em resultados no pódio, o principal objetivo desta temporada. Este é o primeiro ano dele na MotoGP, por isso, na minha opinião, é importante não ter uma abordagem muito agressiva. Não é assim que vamos conseguir os resultados que queremos”.

Qual a diferença entre uma formação satélite como a sua e uma de fábrica?
“Como em tudo, há aspectos positivos e alguns menos positivos no que tocas às diferenças técnicas e de patrocínios. Nos aspectos técnicos há uma diferença entre uma moto privada e uma de fábrica, mas será reduzido em breve entre nós e a formação oficial. Depois de duas temporadas completas com os regulamentos das 800cc estou certo que em 2009 a Honda dará às equipes satélite motos muito mais similares às da formação de fábrica. Do ponto de vista dos patrocínios, as equipes privadas podem oferecer boas oportunidades de investimento. Podemos construir um programa, que seja mais favorável a possíveis parceiros e mais flexível que os oferecidos pelas formações oficiais. E ainda há muitas oportunidades para explorar isto. Por exemplo, a Honda no Japão está desenvolvendo uma edição limitada de 500 réplicas da Honda CBR600RR com as nossas cores deste ano”,

Então, e o futuro Gianluca?
“Este anos tivemos muitas oportunidades em termos de organização e investimento. Estamos dando o máximo, acreditamos no nosso piloto e estamos trabalhando para termos uma temporada ainda melhor no próximo ano. Penso que a nossa equipe pode oferecer garantias técnicas para seguirmos em frente de forma positiva em 2009. Sei claramente que a Honda é uma companhia que compreende o valor e capacidades de uma equipe e neste momento a Honda sabe muito bem o que fazer”.

A MotoGP está a se tornando cada vez mais um evento de marca incrível, com grande interesse por parte dos fãs e do público, bem como da imprensa e TV; quais são as perspectivas de grandes patrocinadores?
“Temos a necessidade de oferecer um serviço aos nossos parceiros que seja inovador e muito mais criativo. É por isto que a JiR, em conjunto com a nossa equipe de MotoGP, é proprietária de mais uma equipe que participa no Campeonato Italiano de 125cc. Outro projecto importante este ano tem sido o Motodromo di Castelletto di Branduzzo, perto de Milão, e que é uma espécie de arena para desportos motorizados com uma pista de 1,9 km, e onde podemos realizar eventos. Temos uma frota de motos exclusivas perfeitas para a escola de condução e para treino. Recentemente recebemos o Grande Prêmio da Europa, parte do Campeonato Mundial de Supermoto, e estamos ainda a promover o Campeonato do Mundo de Ciclismo que se disputa em Carese de 22 a 28 de Setembro. Estas iniciativas são o nosso cartão de visita... não pensamos na forma simples de patrocínio, acreditamos, isso sim, em oportunidades em que as companhias podem também ser nossas parceiras. O investimento dá resultados no futuro, mas até ao momento não penso que sejamos a primeira equipe a oferecer um serviço e promoção completos, é por isto que estamos ansiosos para combinar a nossa imagem com um grande nome na área dos patrocínios para chegarmos a um acordo de longo prazo”.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br