Michelin confia em Pedrosa e Lorenzo na Espanha

Fornecedora de pneus francesa espera voltar a vencer na Catalunha com os pilotos da casa.

Por Adilson

Seis das 12 provas do Mundial de MotoGP já foram realizadas este ano e a sétima etapa será disputada na Catalunha, Espanha. E a fornecedora de pneus francesa, Michelin, quer voltar a configurar no lugar mais alto do pódio no próximo fim de semana.

Na última etapa realizada em Mugello, na Itália, o que se viu foi o domínio da Bridgestone, fazendo a primeira pole position do ano e a primeira dobradinha na corrida, com Valentino Rossi e Casey Stoner, da Yamaha e Ducati respectivamente.

A melhor colocação da Michelin na Itália foi o terceiro posto de Daniel Pedrosa, da Repsol Honda, que correrá em casa na próxima etapa da competição. O piloto espanhol é o segundo colocado na classificação, seguido de Jorge Lorenzo em terceiro e Colin Edwards fechando o top 5 que usam compostos franceses.

Os três primeiros pilotos do campeonato que usam os pneus da Michelin querem acabar com o domínio de Rossi, que venceu as últimas três corridas. Além disso, Andrea Dovizioso, Nicky Hayden e James Toseland estão atrás do primeiro pódio com as borrachas francesas em 2008.

De todos os pilotos que correm de Michelin, Pedrosa e seu rival Jorge Lorenzo são os mais cotados para o sucesso na Espanha, já que ambos correm em casa com o apoio dos fanáticos torcedores. Os dois pilotos já triunfaram na Catalunha nas categorias de menor cilindrada e são sem dúvida capazes de vencer novamente pela categoria principal das motos.

“Catalunha será muito especial para nós, com muitos fãs no autódromo e com os dois principais pilotos espanhóis usando nossos pneus”, disse Jean Philippe Weber, chefe da Michelin corrida.

“É um traçado interessante com uma boa aderência, contém longas curvas, fazendo com que os pilotos fiquem bastante tempo inclinados, o que faz com que os pneus tenham bastante desgaste tanto no traseiro como no dianteiro. 

“É necessário que os pilotos tenham uma bo aestabilidade e tração dos pneus durante toda a prova. A pista requer pneus médios para duros para suportarem bem esse desgaste”, finalizou o francês.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br