Mercado de pilotos esquenta nos EUA

Nicky Hayden admite possibilidade de trocar Honda por Ducati para a temporada 2009 da MotoGP.

Por Leandro Alvares

O mercado de pilotos para a temporada 2009 da MotoGP está sendo um dos principais assuntos da categoria enquanto os pilotos aguardam o início dos treinos livres para o GP dos EUA, em Laguna Seca.

Nesta sexta-feira, mais significativa do que a renovação de contrato de Colin Edwards com a Tech 3 Yamaha foi a declaração de Nicky Hayden de que está conversando com a Ducati sobre a possibilidade de defender a equipe italiana no próximo ano.

O acordo do campeão de 2006 com a Repsol Honda termina no fim de dezembro, e pelo que se comenta nos bastidores os japoneses não pretendem dar seqüência à parceria.

“Ainda não assinei nada com ninguém, mas estamos conversando. Precisamos ver quais serão os planos da Honda”, disse Hayden em entrevista ao jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”. “Também estou conversando com meu time, mas não quero revelar os detalhes”, acrescentou.

Questionado sobre um possível fracasso na equipe vermelha, dissabor vivido no momento por Marco Melandri, Nicky afirmou que isso não o aflige. Muito menos o fato de dividir a escuderia com o astro Casey Stoner.

“Não tenho medo de nada, mesmo ele sendo o fenômeno da atualidade. Penso que eu trabalharia melhor com o Casey do que com o Pedrosa, pois nosso estilo de pilotagem é mais parecido. Seria um ótimo desafio”, finalizou.

Poucas são as peças que já estão fixadas no quebra-cabeça de pilotos para a temporada 2009. Stoner está garantido na Ducati, bem como Loris Capirossi na Suzuki, Colin Edwards na Tech 3, Daniel Pedrosa na Repsol Honda e Jorge Lorenzo na Fiat Yamaha.

Valentino Rossi deve estender seu contrato com a Yamaha por mais um ano, enquanto Andrea Dovizioso aparece cotado para assumir o posto de Hayden na Repsol Honda. Melandri, com os dias contados na Ducati, negocia com Suzuki e Kawasaki, tendo como chances maiores a escuderia verde. E Nicky, como ficou claro em suas declarações, surge como forte candidato à vaga remanescente da “Ferrari das motos”.

Prepararem-se, pois a dança das cadeiras só está por começar.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br