John Hopkins não correrá em Laguna Seca

Americano fará uma cirurgia na perna depois do grave acidente em Assen.

Por Adilson

A Kawasaki confirmou que as lesões de John Hopkins, sofridas semana passada num acidente em alta velocidade na Holanda, precisarão de cirurgia e vão definitivamente excluí-lo das duas próximas corridas, em Sachsenring e em Laguna Seca, como já se tinha previsto.

O diretor de competição da equipe Kawasaki, Michael Bartholemy, já esclareceu a situação, colocando em jogo a possibilidade de colocar o piloto da Ducati, Marco Melandri, na moto de Hopkins nessas duas corridas, confirmando que o italiano, apesar de estar em má forma, vai continuar com a sua atual equipe.

Em consulta com o especialista ortopédico da Califórnia, Dr. Arthur Ting, que ajudou Hopkins a se recuperar da lesão que fez na virilha este ano, a estrela americana da Kawasaki foi avisado de que teria que ser operado para retificar o dano provocado pelo seu acidente em Assen.

Bartholemy falou sobre as lesões de Hopkins, “Ele precisa ser operado, de acordo com o Dr. Ting, porque a tíbia ainda está um pouco deslocada e ele precisa corrigir isso. Ele também quer operar o joelho porque houve uma grande pressão nessa área. O Dr. Ting disse que, por agora, Hopkins não vai poder correr em Laguna Seca”.

Contudo, a Kawasaki não planeja substituir Hopkins em Sachsenring por razões logísticas, apesar de ainda estarem finalizando os planos para o GP dos Estados Unidos na próxima semana.

“Basicamente, para a Alemanha gostaríamos de manter a moto livre porque vai ser difícil encontrar alguém. Mas a nossa idéia para Laguna é colocar um dos nossos pilotos americanos na moto, talvez Jamie Hacking, Roger Lee Hayden ou Chaz Davies”, disse Bartholemy.

Admitindo que decorreram negociações com Melandri, Bartholemy esclareceu a situação. “Eu disse a Melandri, que depois de saber quão graves eram as lesões de John, disse-lhe que tínhamos uma moto livre para as próximas duas provas, mas que ele tinha que arranjar uma solução com a Ducati, para acabar o contrato. Isto não diz respeito a Kawasaki. Mas agora me disseram que ele vai continuar com a Ducati para as próximas duas corridas com certeza”.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br