Intensa reta final da MotoGP começa em Motegi

Uma sequência de 3 corridas consecutivas tem início neste fim de semana, no Japão. Lorenzo e Pedrosa continuam na luta pelo título.

Por Roberto Brandão

Pouco mais de cinco meses depois da data originalmente prevista, o Grande Prêmio do Japão acontece neste fim de semana, depois de ter sido adiado em abril devido à erupção de um vulcão na Islândia. Daniel Pedrosa vai tentar recuperar terreno nesta fase final da temporada de 2010, composta por cinco corridas em apenas seis semanas, e é agora o único piloto que pode brigar com Jorge Lorenzo pelo título da categoria rainha.

Lorenzo chega ao fim de semana com 56 pontos de margem sobre Pedrosa e com a vitória no GP do Japão do ano passado. Porém, o piloto da Repsol Honda tem se revelado rival de ponta. Na última jornada, em Aragón, Lorenzo ficou fora do pódio pela primeira vez na temporada. A recuperação de 17 pontos por parte de Pedrosa sobre o líder nas últimas três jornadas é sinal que o Campeonato deste ano ainda não está decidido.

Pedrosa foi terceiro no Japão nos últimos dois anos e está em bom momento de forma, da mesma maneira que a sua RC212V de fábrica continua consistente. Tanto ele como Lorenzo, contam com 12 vitórias na categoria rainha, mais um fator que mostra o nível de competitividade entre os dois e que se tem revelado ainda maior nos últimos tempos.

O primeiro triunfo do ano de Casey Stoner em Aragón foi o culminar de um fim de semana de domínio por parte do australiano da Ducati, e agora deverá estar muito motivado para um final de temporada muito forte. Ele só subiu ao pódio uma vez no circuito japonês na categoria rainha, quando foi segundo em 2008, mas a confiança deverá ser bastante agora.

Separados por apenas um ponto em quarto e quinto no Campeonato estão Valentino Rossi e Andrea Dovizioso, respectivamente. Para o Campeão do Mundo, Motegi é mais um local de boas memórias, com o segundo posto no ano passado e a vitória em 2008. Rossi, que continua lutando contra a lesão no ombro e na perna, vai tentar voltar aos três primeiros, tal como Dovizioso, cuja desistência em Aragón o levou a cair de terceiro da geral.

Ben Spies (Monster Yamaha Tech 3) continua mostrando progressos, com o compatriota Nicky Hayden (Ducati Team) como outro piloto que deve estar repleto de confiança após o primeiro pódio da temporada em Aragón. Randy de Puniet (LCR Honda) estará determinado a corrigir a desistência da pretérita ronda, com os companheiros de equipe na San Carlo Honda Gresini, Marco Melandri e Marco Simoncelli empatados e logo atrás do gaulês.

A recuperação de Loris Capirossi (Rizla Suzuki) da lesão no dedo, a mesma que o deixou de fora em Aragón, já deverá estar completa, e o italiano deverá poder regressar à ação no palco da sua última vitória da MotoGP, em 2007.

A décima quarta etapa do campeonato Mundial de Motovelocidade acontecerá neste fim de semana, no circuito de Motegi, no Japão.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br