Ilmor diminui elenco para 'sobreviver'

Equipe ainda sonha em voltar às pistas da MotoGP até o fim da temporada 2007.

Por Leandro Alvares

Mario Illien, chefe da Ilmor, anunciou nesta segunda-feira que enxugará o elenco da equipe. Para tanto, dispensará a maioria dos funcionários de corrida, que ficou sem ter o que fazer após a decisão da escuderia em se afastar — por tempo indeterminado — do Mundial de MotoGP.

“Não faz sentido empregar um staff inteiro de corrida quando nossas atividades de pista cessaram, embora temporariamente”, afirmou o dirigente, que por vários anos esteve ligado à Fórmula 1.

Nascido no final do ano passado com planos ambiciosos de se tornar rapidamente vencedor, o time inglês foi forçado a se afastar da temporada 2007 pela falta de patrocínio. Sem dinheiro, optou por trabalhar na evolução do modelo X3 fora das pistas.

“Continuo otimista e ainda acredito que encontraremos um parceiro financeiro para a equipe. Nesse meio tempo, temos de nos reestruturar e colocar no lugar um time menor dedicado ao desenvolvimento de motor”, destacou Illien.

Os pilotos Jeremy McWilliams e Andrew Pitt ainda terão seus contratos mantidos, embora não tenham nenhuma garantia de voltar às pistas. “Ambos têm feito um trabalho fantástico para nós, e eu os agradeço pela paciência e compreensão. Se conseguirmos retornar ao campeonato até o fim do ano, eles certamente estarão conosco”, completou o inglês.

A Ilmor disputou apenas a primeira etapa do certame, realizada no Catar. Os resultados foram os piores possíveis: largaria na última fila do grid, mas acabou partindo para a corrida somente com Pitt. McWilliams, com a perna machucada após um acidente nos treinos livres, foi aconselhado pelos médicos a não correr. Já o competidor australiano curtiu somente sete voltas do GP, até abandonar com problemas no equipamento.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br