Hayden admite estar com dificuldades para correr

Americano disse que seu estilo de pilotagem não se encaixa na moto de 800cc.

Por Adilson

Nicky Hayden admitiu que está passando por um momento difícil para se adaptar à nova moto da MotoGP.

O americano foi campeão em 2006, mas terminou o ano passado em oitavo na classificação final, com apenas três pódios e nenhuma vitória.

Depois de cinco corridas na atual temporada, Hayden está na sétima colocação do campeonato, 57 pontos atrás do seu companheiro de equipe e vice-líder, Daniel Pedrosa.

Hayden disse que não quer dar desculpas pelo seu fraco rendimento e admite que não vem conseguindo adaptar seu estilo de pilotagem com as motos menos potentes deste ano.

“Não estou atrás de desculpas, o problema é comigo. Ainda não consegui adaptar meu estilo agressivo de pilotagem com essa moto de 800cc. Não estou nada contente, é um período difícil pra mim”, declarou.

“No final do ano passado pensei que meus problemas estivessem sido resolvidos, mas estava errado. Na segunda metade da temporada do ano passado, meus resultados não foram muito bons, mas era apenas um pouco de falta de sorte”, disse. 

“A diminuição de força e a diferente relação de potência me trouxeram muitas dificuldades”, avaliou.

Hayden, que venceu pela última vez nos EUA em 2006, reconhece que está encontrando dificuldades por sua falta de experiência nas categorias inferiores.

“Pedrosa veio das 125cc e 250cc, então está mais acostumado com os trajetos e sabe quando tem que manter a alta aceleração nas curvas. Por isso seu estilo de pilotagem lhe cai muito bem para essa moto de 800cc”, declarou o americano.

“Eu não corro desse jeito, para mim você tem que frear forte e depois fazer com que a moto tenha uma boa retomada de aceleração para sair da curva com velocidade”.

“Eu preciso de um motor com bastante potência e a nova válvula pneumática do motor deve ser suficiente. Mas concordo com os engenheiros da Honda, que dizem que devemos esperar mais um pouco, pois só tirarão a nova moto da fábrica quando ela realmente estiver pronta para correr”, finalizou.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br