Gibernau revelou ofertas de outras equipes

Depois de testes com a Ducati, outras equipes demonstram interesse no espanhol.

Por Adilson

De torcedor na Catalunha para dois testes em Mugello. O último mês tem sido uma surpresa e uma reviravolta na história de Sete Gibernau. A possível volta às pistas do espanhol tem criado grandes especulações na possibilidade de correr de novo pela MotoGP, e Gibernau ainda revelou que tem recebido vários convites de outras equipes também.

“Tem várias possibilidades para mim de diferentes equipes”, declarou o veterano piloto. “Entretanto, como eu disse anteriormente, estou vivendo dia após dia. Competir regularmente requer muito empenho e sacrifício e não posso esquecer disto só por causa da excitação de correr de novo”.

“Tudo pode acontecer no momento, mas ninguém me ofereceu nada de concreto ainda para que eu possa realmente voltar a correr”, disse.

As ofertas específicas não foram confirmadas, mas Gibernau também não está esperando uma reformulação na Ducati para substituir Marco Melandri.

“Eu não sou o substituto de ninguém”, respondeu Gibernau ao ser perguntado sobre a especulação da mídia em relação a Melandri, embora não tenha feito os testes na equipe italiana à toa.

“Se tiver um lugar disponível, então teremos que pensar direito, mas a situação delicada de Melandri requer o máximo de respeito, pois ele é um grande piloto”.

Com tempos muito competitivos com a Desmosedici GP8 e GP9 em Mugello tem dado ao espanhol boas possibilidades de retorno às pistas, mas também tem o deixado apreensivo em relação sua volta, pois fazia dois anos que ele tinha parado de competir, e isso demanda grande nível de pilotagem.

Mas com a motivação em retornar, Gibernau também é modesto com os objetivos que terá pela frente, com a oportunidade de alinhar sua moto no grid mais uma vez.

“Óbvio que a idéia é atrativa, mas você tem que dar crédito aos pilotos que correm no momento. Não sei se estarei no mesmo nível que eles e tenho que estar ciente disto. Possivelmente meus objetivos não sejam necessariamente apenas ganhar corridas”, finalizou.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br