GIBERNAU CORRE EM SACHSENRING

Espanhol se diz ansioso para o retorno. Já Rossi esbanja confiança sobre os adversários.

Por Thiago Fuganti

Depois de uma semana de descanso, os astros do Mundial de MotoGP já começam a se preparar para mais uma etapa, a décima da temporada 2006: o GP da Alemanha, no circuito de Sachsenring. A prova está marcada para este fim de semana e, entre vários destaques, vai marcar o retorno de Sete Gibernau às pistas.

O espanhol da Ducati ficou fora das duas últimas corridas disputadas, em função do forte acidente que sofreu no GP da Catalunha, realizado na metade de junho. Com a clavícula esquerda fraturada, o competidor teve de ser submetido a uma cirurgia para o implante de um pino de metal em seu ombro e precisou ficar algumas semanas de repouso.

Na tarde de ontem, após ser diagnosticado pelos médicos oficiais da categoria, o vice-campeão de 2003 e 2004 recebeu o aval para voltar a acelerar. “Estou bastante ansioso para o retorno. Meu ombro está se recuperando bem e tenho me esforçado para estar em forma rapidamente. É uma pena que eu tenha perdido algumas corridas, mas agora não penso em outra coisa senão em acelerar minha moto de novo”, afirmou Gibernau.

Em seu período de convalescença, o piloto revelou não ter conseguido assistir às corridas pela TV. “Eu sabia que se fizesse isso iria me sentir mal por estar afastado dos demais corredores. Mas eu mantive contato com minha equipe, portanto estou bem consciente do que anda acontecendo”, destacou.

Após nove corridas, Gibernau ocupa um modesto 13º lugar na classificação do certame, com singelos 44 pontos. A liderança pertence a Nicky Hayden, da Honda, com 153. “Espero começar a reagir a partir deste domingo, embora eu saiba que a pista de Sachsenring seja bastante exigente fisicamente. Por isso, vai ser complicado para mim, com o ombro ainda combalido”, previu. “Mas eu tenho boas lembranças daqui: venci em 2003 e fui segundo colocado no ano passado. E o melhor de tudo é que gosto de guiar neste traçado. Então estou otimista”, finalizou.

Outro piloto que não somente espera, mas garante estar em perfeitas condições na etapa alemã é o heptacampeão da categoria, Valentino Rossi. Depois de duas corridas sofridas, por conta da mão e perna fraturadas em uma queda nos treinos livres do GP da Holanda, o “Doutor” já avisou os concorrentes que vai andar em 100% do seu potencial.

“Estou bastante confiante que minha mão estará boa para o GP. Trabalhei muito neste pequeno intervalo de descanso com o meu fisioterapeuta e, graças a Deus, só observamos melhoras em meu quadro clínico”, disse o italiano da Yamaha, vencedor da última edição do GP alemão — o pódio de 2005 foi formado por Rossi, Gibernau e Hayden. No campeonato, Rossi aparece em terceiro, com 118 pontos.
 
Os primeiros treinos livres no circuito de 3671 metros de extensão (dotado de dez curvas para a esquerda, quatro para a direita e reta principal de 780 metros) serão realizados nesta sexta-feira. A corrida, no domingo, terá início às 7h30 (de Brasília) e transmissão ao vivo do canal por assinatura “Sportv”.

Confira a programação do GP da Alemanha:


Sexta-feira (14):
4h00 às 4h45: Treino livre 1 das 125cc
5h00 às 6h00: Treino livre 1 da MotoGP
6h15 às 7h15: Treino livre 1 das 250cc
8h15 às 8h45: Classificação 1 das 125cc
9h00 às 10h00: Treino livre 2 da MotoGP
10h15 às 11h00: Classificação 1 das 250cc

Sábado (15)
4h00 às 4h45: Treino livre 2 das 125cc
5h00 às 6h00: Treino livre 3 da MotoGP
6h15 às 7h15: Treino livre 2 das 250cc
8h15 às 8h45: Classificação 2 das 125cc
9h00 às 10h00: Classificação da MotoGP
10h15 às 11h00: Classificação 2 das 250cc

Domingo (16):
3h45 às 4h05: Warm-up 125cc
4h15 às 4h35: Warm-up MotoGP
4h45 às 5h05: Warm-up 250cc
6h00: Largada 125cc
7h15: Largada MotoGP
9h00: Largada 250cc

*Horários de Brasília.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br