FIM e Dorna dizem sim ao GP do Japão

A FIM e a Dorna Sports SL solicitaram, recentemente, um relatório independente a uma instituição de renome para investigar a atual situação no Japão em antecipação ao Grande Prêmio do Japão que está marcado para o dia dois de outubro, no circuito de Motegi.

Este estudo tem como objetivo complementar a informação já disponível através de vários Governos e da Organização Mundial de Saúde e foca-se na situação geral do Japão após o terremoto e subsequente maremoto ocorridos em março. Esta investigação independente foca-se especificamente na situação de Motegi e arredores, tornando-o muito mais relevantes para o participantes da MotoGP.

O relatório oficial detalhado será distribuído esta semana, mas já está disponível um relatório preliminar – com a versão original em italiano e a tradução para inglês feita pelos organizadores do Campeonato.

A ARPA, agência contratada para este relatório, mediu os níveis de radiações de todas as fontes, incluindo do ar, ambiente e comida. A conclusão final é que, “baseado nas doses estimadas pode-se  dizer, sem dúvida, que o risco de radiação durante o evento da corrida é insignificante”.

Com base nesta informação, a FIM e a Dorna Sports vão anunciar ainda esta semana que a realização do Grande Prêmio do Japão acontecerá no dia dois de outubro, assim como estava planejado e desde que não se verifique mais nenhum incidente sério.

O relatório preliminar pode ser consultado em:

Versão italiana
Versão inglesa



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br