Fatos e histórias em 22 anos de Mugello

Estatísticas e emoções há mais de duas décadas no circuito italiano.

Por Adilson

Entrando para os Grandes Prêmios em 1976, Mugello tem também ajudado a fazer com que Itália seja uma presença no calendário do Campeonato Mundial desde 1949. Apenas a Holanda e a Grã-Bretanha se juntam a Itália em tal feito. Nas 22 visitas que o Mundial já fez a Mugello foram vários os números, fatos, estatísticas e tendências que se foram verificando.

A primeira corrida da categoria rainha na agora mundialmente famosa pista foi ganha pela lenda da MotoGP Barry Sheene, pilotando de uma Suzuki. Ele triunfou com 0,1s de margem sobre Phil Read num dos finais mais disputados de todos os tempos e numa corrida que durou mais de 62 minutos.

Desde essa primeira corrida a Suzuki ganhou apenas mais uma vez em Mugello, com Kevin Schwantz em 1992. O quinto lugar de John Hopkins no ano passado foi o melhor resultado da Suzuki com a motocicleta de 4 tempos da MotoGP.

A Yamaha venceu seis vezes na categoria em Mugello; em 1978 com Kenny Roberts, em 1991 com Wayne Rainey e nos últimos quatro anos com Valentino Rossi.

A Honda é o construtor mais bem sucedido Mugello, com um total de 14 vitórias.

A Ducati teve um piloto no pódio em cada um dos últimos três anos – mas ainda procura a primeira vitória em casa. A Ducati teve pilotos na pole nos últimos dois anos – Sete Gibernau em 2006 e Casey Stoner no ano passado.

Mugello é apenas um dos cinco circuitos deste ano em que a Bridgestone ainda não ganhou na MotoGP. Os outros são o Estroil, Assan, Sachsenring e Indianápolis, este último a ser usado este ano pela primeira vez.

O circuito italiano é onde a Kawasaki teve menos sucesso, com o melhor resultado sendo um 10º lugar de Shinya Nakano em 2005.

Mick Doohan garantiu seis vitórias consecutivas em Mugello, feito que foi igualado por Valentino Rossi no ano passado.

Valentino Rossi é o maior vencedor da pista em todas as categorias, num total de oito vitórias, sendo uma nas 125cc, uma nas 250cc e seis na MotoGP.

Loris Capirossi foi o primeiro italiano a vencer na categoria rainha em Mugello quando triunfou nas 500cc em 2000, depois de longa batalha com os compatriotas Biaggi e Rossi. Os dois rivais caíram nos momentos finais da corrida.

O recorde de velocidade do circuito é de 343 Km/h, estabelecido por Alex Barros numa Honda de fábrica em 2004.

Os pilotos italianos têm sido muito bem sucedidos nas categorias mais baixas em Mugello, com dez vitórias nas 250cc e 11 nas 125cc.

As corridas de 125cc têm sido muito disputadas nos últimos anos; a do ano passado foi a mais disputada de todos os tempos no que toca aos quatro primeiros e em 2006 Mattia Pasini ganhou por um milésimo de segundo de vantagem para o segundo colocado.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br