EQUIPE NOVA NA MOTOGP

Time inglês pode estrear ainda este ano com Alexandre Barros e Max Biaggi.

Por Thiago Fuganti

Enquanto as atenções da MotoGP estão voltadas para a briga pelo título da temporada 2006, esta por sinal bastante acalorada entre pelo menos os quatro primeiros colocados da classificação, um outro assunto de grande importância para a categoria vai correndo paralelamente ao certame.

Trata-se da quase que garantida entrada de uma equipe britânica na competição. De acordo com uma matéria publicada no site “Crash.net”, o inglês Mario Illien, engenheiro de motores da Ilmor — marca ligada à Mercedes-Benz e atualmente parceira do time McLaren na Fórmula 1 — anunciou um ambicioso plano para ingressar no mundo das duas rodas no ano que vem.

Aos 57 anos, Illien revelou dispor de 20 milhões de euros para criar uma escuderia na MotoGP, torneio que a partir de 2007 iniciará uma nova página de sua história, passando a competir com motos de 800cc.

“Estamos agindo rápido nas negociações para entrar no campeonato o quanto antes”, revelou o engenheiro, cujas idealizações já prevêem data para o time estreante entrar na briga por vitórias e títulos. “Estaremos aptos a lutar pela taça de campeão num prazo de três anos. E estou confiante de que possamos cumprir com essa estimativa”, acrescentou.

Prova da seriedade do projeto é a informação de que Illien convocou 12 pessoas para trabalhar na construção da equipe. E ressalte-se: já foram construídos sete motores e duas motocicletas completas. “Fizemos três testes em pista e já realizamos vários experimentos com o propulsor em nosso dinamômetro, desde o mês de abril. Ainda não sofremos nenhuma quebra catastrófica e um dos motores trabalhou por mais de 13 horas no dinamômetro sem apresentar falha”, destacou.

Outro ponto importante do assunto está voltado para a possibilidade da equipe inglesa fazer sua estréia em corridas ainda neste ano, nas duas últimas etapas do Mundial (Portugal e Valência).

Os pilotos mais cotados para fazer as honras das provas inaugurais do time — por enquanto sem nome — são duas figuras já conhecidas do cenário da velocidade: Alexandre Barros e Max Biaggi. Illien, segundo o “Crash.net”, confirmou estar em conversações com os dois competidores.

Atualmente no Mundial de Superbike, o nome de Barros já está rondando os burburinhos do paddock da MotoGP há algum tempo. O brasileiro, no entanto, avisou que não pretende retornar à categoria principal da motovelocidade se for para andar numa equipe intermediária. Prefere permanecer com a Klaffi Honda, no WSBK.

No caso de Biaggi, não poderia haver revelação melhor. Afinal de contas, o piloto segue sem correr desde que foi demitido da Repsol Honda, ao término da temporada passada. Resta agora esperar pelas próximas informações.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br