Emoção, tristeza e aplausos no Adeus a Marco Simoncelli

Milhares de fãs, amigos, familiares e figuras proeminentes do mundo do esporte a motor marcaram presença no funeral de Marco Simoncelli, piloto da MotoGP, que faleceu no domingo passado. A cerimônia aconteceu às 15 horas locais nesta quinta feira, na igreja de Santa Maria Assunta, em Coriano, terra natal de Simoncelli, perto de Riccione na província italiana de Rimini.

O caixão chegou à igreja de Santa Maria Assunta carregado por amigos e elementos da equipe Gresini. A motocicleta Gilera de Simoncelli, com a qual conquistou o Campeonato Mundial da categoria 250cc em 2008, e a Honda RC212V, com a qual competiu na MotoGP este ano, estiveram em exposição ao lado do seu caixão.

A cerimônia fúnebre foi transmitida num telão gigante no exterior da igreja, bem como noutro instalado no circuito de Misano, para que todos os presentes à volta da igreja e no traçado pudessem assistir ao último adeus a “Super Sic”. Antes do início do funeral, os telões passaram imagens dos melhores momentos do carismático jovem de 24 anos no paddock e nas pistas.

Ao lado do pai de Marco, Paolo, da mãe, Rosella, da irmã, Martina, e da namorada, Kate, no funeral estiveram ainda atuais e antigos pilotos da MotoGP, entre eles Valentino Rossi, Raffaele De Rosa, Chaz Davies, Mattia Pasini, Manuel Poggiali, Jorge Lorenzo, Andrea Dovizioso, Randy de Puniet, Loris Capirossi, Hiroshi Aoyama e Alex de Angelis. A cerimônia contou ainda com a presença do Diretor Executivo da Dorna Sports, Carmelo Ezpeleta, e o Presidente da FIM Vito Ippolito.

A demonstração de afeto à “Super Sic”, morto tragicamente num acidente no último domingo, no circuito de Sepang, no GP da Malásia, foi uma coisa de outro mundo. Ontem, cerca de 10 mil pessoas foram ao Teatro Municipal de Coriano dar o último adeus à Simoncelli, enquanto que hoje o número de pessoas presentes na pequena cidade de Coriano e no circuito de Misano, onde o funeral era transmitido por alguns telões, passou de 50 mil.

A parte mais emocionante foi quando a música predileta de Simoncelli, “Siamo solo noi”, de Vasco Rossi, foi tocada enquanto seu caixão era carregado para fora da igreja para fazer sua última jronada.

A Dorna irá aposentar o número 58, utilizado por Simoncelli em suas motocicletas de corrida, e uma proposta para que o circuito de Misano seja nomeado em homenagem ao piloto que emocionou todos nós durante estes 24 anos de vida, foi apresentada para a FIM.

“Ciao Super Sic, você sempre estará em nossos corações”, Gresini Team.

Fotos: Sky.it



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br