Ecologia na famosa Ilha de Man

Bruno Parisi

Em 12 de junho o mundo assistirá uma competição diferente envolvendo veículos de duas rodas que, certamente, entrará para a história. Acontecerá a primeira corrida 100% ecológica, envolvendo motocicletas com emissão zero de poluentes e carbono na atmosfera.

A prova, batizada de TTXGP, será disputada em um local mais que tradicional para os amantes das competições sobre duas rodas: a Ilha de Man, na Grã-Bretanha. Considerada a capital mundial das corridas de rua, a ilha é o palco da Tourist Trophy, corrida de longa duração com 102 anos de existência. Em mais de 100 anos, vários ícones do motociclismo participaram da competição, entre eles: Giacomo Agostini, Phil Read, Mike Hailwood e o maior deles, Joey Dunlop. 

O idealizador da competição ecológica, o empresário inglês Azhar Hussain, acreditou piamente que uma prova com motos elétricas poderia acontecer. Foi atrás do que queria e montou um protótipo chamado TTX01. O modelo é baseado em uma Suzuki GSX-R 750, ano 2000, que libera até 108 cv de potência máxima e pesa 165 quilos. Hussain queria mais que organizar uma simples corrida: “Nossa intenção é que elas (as motocicletas elétricas) sejam a porta de entrada para equipes e pilotos para a próxima geração do esporte a motor”, comentou.

Corrida com emissão zero

Motos elétricas praticamente não produzem ruído. Mesmo com a falta do ronco dos motores os 20 pilotos inscritos farão a alegria do público na Ilha de Man.
As motocicletas da TTXGP serão divididas em duas classes: Open e Pro. Na primeira irão participar apenas veículos movidos a eletricidade. A segunda conta com sistemas mais complexos. As motos podem alinhar no grid usando motores movidos à combustão – como o hidrogênio, célula-combustível ou sistemas híbridos –, sempre lembrando que uma das premissas da corrida é a utilização de veículos com emissão zero de poluentes.

Há modelos de todos os tipos, desde baseadas em esportivas movidas a gasolina como protótipos. A norte-americana Electric Motorsports montou, por exemplo, sua moto para a categoria Pro com base no quadro de uma Yamaha YZF-R1, enquanto o modelo da equipe Mission Motors conta com design diferenciado e um impressionante desempenho. A missão da equipe é alcançar 240 km/h de velocidade máxima. Detalhe: a velocidade final das motocicletas ecologicamente corretas varia entre 110 e 240 Km/h, no caso do míssil da Mission Motors.

A prova

Pioneira, a TTXGP da Ilha de Man terá apenas uma volta de duração. Calma, não é pouco. Além de eliminar a possibilidade de parada nos boxes, o circuito tem exatos 60,72 Km de extensão. Para completar, o regulamento diz que os pilotos deverão completar a volta em menos de 50 minutos. Caso ultrapassem o tempo serão automaticamente desclassificados.

O montanhoso traçado da Ilha de Man é considerado um dos mais difíceis do planeta. Conta com mais de 250 curvas e retas de até seis quilômetros. Pontes, muros, áreas estreitas, desníveis que fazem a motocicleta literalmente decolar compõem as “pegadinhas” do circuito. Esses vôos derrubam os pilotos inexperientes ou desavisados.

Além de ser um marco na história do esporte sobre duas rodas, a TTXGP terá continuação em grande estilo, dessa vez em solo norte-americano. Entre os dias 24 e 26 de julho o circuito de Mid-Ohio, no Estado de Lexington, receberá o TTXGP eGrandPrix. A corrida faz parte das atrações do 18º AMA Vintage Motorcycle Days, tradicional encontro de motos na “Terra do Tio Sam”. 



Fonte:
Agência Infomoto




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br