Ducati prepara sua despedida do WSBK

Depois de 22 anos e 16 conquistas do campeonato, a fábrica italiana se retira da competição no fim desta temporada, neste fim de semana.

Por Roberto Brandão

Em meio a todas as celebrações do título de Max Biaggi, a última etapa do WSBK em Magny-Cours, neste final de semana, será temperada com a tristeza do último evento da Ducati.

Um mês depois que a fabricante italiana fez o chocante anuncio que deixaria de apoiar a equipe no campeonato Mundial de Superbike, que já venceu 16 vezes em 22 anos, Noriyuki Haga e Michel Fabrizio vão liderar a despedida da Ducati neste fim de semana, na França.

Esperando colacar a Ducati em alta, Haga – que teve boas corridas recentemente – está determinado a exercer um bom desempenho em Magny Cours, dando à fabricante uma boa despedida.

“Sempre fui bem em Magny Cours, e espero que o fim de semana que se aproxima seja o melhor da minha vida. Gostaria de agradecer à Ducati, a equipe e aos patrocinadores por estes dois últimos anos. Tive uma experiência incrível na Ducati Xerox e espero agradecer o pessoal conquistando dois grandes resultados no domingo”, disse o japonês.

Fabrizio também quer terminar o ano da equipe em alta e adicionou que ainda não acredita que a Ducati está se retirando do campeonato.

“Espero conquistar o máximo de pontos possíveis neste fim de semana, para tentar melhorar minha média geral. Sinto não ter ido melhor em Ímola, e agora preciso de dois bons resultados na França para minha equipe. Eu ainda não acredito que essa será a última etapa da Ducati de fábrica no WSBK. Estamos muito emocionados”, completou.

Apesar de tirar o apoio de fábrica, a Ducati ainda terá presença no grid pela equipes privada na temporada de 2011.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br