Ducati nega rumores sobre Schumacher

Segundo dirigentes, heptacampeão da F-1 não disputará a etapa de Mugello da MotoGP.

Por Leandro Alvares

Desde o início do ano, circulam por alguns veículos de imprensa os rumores sobre a participação de Michael Schumacher na etapa de Mugello da MotoGP, como piloto convidado da Ducati.

Para acabar com as especulações, motivadas pelos testes que o heptacampeão da F-1 realizou com a equipe italiana em 2007, nos quais impressionou pelo bom desempenho, diga-se, dois dirigentes vieram a público para se pronunciar sobre o caso.

Carmelo Ezpeleta, diretor executivo da Dorna, empresa organizadora da MotoGP, foi curto e grosso nas palavras. “Não é verdade. Tudo bem, talvez nós o chamemos para uma demonstração com o Kimi Raikkonen (atual campeão da categoria máxima do automobilismo) num ‘sidecar’”, afirmou.

Já Livio Suppo, chefe da Ducati, disse não saber de nada. “Honestamente, só posso dizer que foi um prazer trabalhar com o Michael nos dois testes que ele fez conosco, demonstrando ser muito profissional. Especialmente em Valência, onde mostrou que os tempos registrados em Mugello não foram por acaso”, declarou.

“Mas daí a chamá-lo para correr é um passo muito adiante. Em primeiro lugar, precisaríamos ouvir a opinião dele sobre o assunto. Porém, nós nunca o procuramos para isso, muito menos o seu empresário”, concluiu.

A prova de Mugello, sexta do calendário 2008, está agendada para o dia 1 de junho.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br