"Debut" do Texas Ranger na Meca da velocidade

Giglio Val

Assen é um belo circuito, fica a uma hora de carro da Amsterdam, um pouco ao norte… O lugar é bonito , mas costuma ser frio… Ontem estava uma pista levemente úmida, mas ainda boa para os slicks… e assim foi para a MotoGP.

A largada foi interessante, uma vez mais com Lorenzo, que saiu da 2º fila, pula adiante e tenta imprimir ritmo… O pole, Sic “porra loka” Chelli, não larga bem, como sempre, e no bolo tenta marcar posição, com Dovi e Stoner também no pelotão da frente se “cotovelando”…

Spies, que perdeu a pole por 9 milésimas, vai na onda  e segue nos top 5, quando, numa “ reprise” do que aconteceu em Estoril, o Italiano de cabeleira, ainda no 1º sector, cai sozinho, arrastando o “ simpático” Lorenzo com ele.

Curioso foi ver segundos depois ver Simoncelli, sozinho, tentando fazer sua moto pegar no tranco… acho que até os comissários já tão com “ saco cheio” do italiano, de tanto que eles tem de limpar suas lambanças… esta foi mais uma.

Pausa: Aliás, para quem tem acompanhado o campeonato italiano em suas várias categorias, como eu, é relativamente comum encontrar no paddock pilotos com este perfil… velozes, porra loca, irreverentes, com piercing, cabeludos, divertidos, e que não terminam uma corrida…

Voltando: a corrida segue com Spies que ultrapassou a dupla da Honda, com Stoner atrás de Dovi, mas rapidamente o australiano  vai para 2º, e tenta buscar o texano,  em vão… Spies, desde os saudosos tempos de SBK , é muito rápido neste circuito, e desta feita, não foi diferente, foi todo o tempo muito rápido e não deu chances a seus adversários.

Venceu quase que de ponta  a ponta… com um Stoner em 2º, que foi bom resultado, já que Lorenzo, em recuperação, chegou ainda em 6º.

E a folclórica dupla da  Ducati?... Uma vez mais, por decurso de prazo, sem fazer besteiras e assistindo algumas imbecilidades adiante ,chegam em 4º com Vale  e em 5º com Hayden… Mas novamente não brilharam… eles estão meio que entre dois grupos… os que andam muito adiante, Honda e Yamaha, e o resto… alguns como meu amigo Toni Elias, que mesmo de mobilete usada, chega num meritoso 10º, e já quase lidera o pelotão dos “mula manca”…

Super Sic, depois de suar a cabeleira, e sair para uma recuperação, chega em 9º, mas sua falta de resultado concreto já pode começar a ameaçá-lo para o futuro.

Karel Abraham, que teve seu melhor grid (7º), caiu logo no início e vai se arrastando neste duro calvário de brincar de piloto, gastando a grana do pai, e entre tapas e beijos mantém-se por ali… é a difícil vida de um “ playboy”… O menino não é ruim, mas se fosse depender apenas do seu talento, não fosse sua abastada situação, acho que lhe restaria uma arquibancada “F” de Assen, quem sabe para poder ver Simoncelli voar pelos ares, e se divertir…

Edwards, não esteve mau…7º, com o nipônico Hiroshi, pela Honda em 8º.

O campeonato ganha mais emoção, já que Dovi encosta em Lorenzo, e Spies, quem sabe desencanta!

No moto2 , Marquez “querido da mamãe”, vence com méritos, adiante de um turco maluco consistente,  Suofoglu, que finalmente chega a seu primeiro pódio, e também com méritos, e por fim um Bradley que ameaçou despachar adiante no meio da corrida, enquanto a pista ainda estava úmida, pois quando secou, Marquez pôde ir para cima…

Nota de honra a Alex de Angelis, que chega em 5º e mostra que está vivo, e Pasini em 6º que parece estar encontrando ritmo.

Ianonne também, se recuperou, mas chegou em 12º.

Nota técnica: É impressionante como a moto do Marquez anda mais que a dos outros na reta, e ele sai bem de curva, o que ajuda na velocidade final.

Aliás , como bom espanhol, aliado a uma estrutura de um país (Espanha), que mesmo em situação econômica muito difícil , mantém forte ritmo de investimento no esporte… Marquez tem patrocínio da Repsol, e mais uma das 300 “cajas” do país, além de patrocinadores secundários…

É mole?... em 2013 ele estreia na Honda Repsol na MotoGP…quer apostar?

Fico por aqui.

Abraço do Giglio!!... e malas prontas para Mugello!

Giglio Val, 46 anos, é engenheiro e administrador de empresas. Fundou o Blog do Giglio (www.gigliof1.blogspot.com), que trata do mundo das competições. Como cidadão do mundo, morou em vários países e atualmente vive em Portugal. A paixão pelo mundo da velocidade começou cedo, por volta dos nove anos de idade e aos 13 já levava tombo na sua SBK, Mobilete (dos outros!). Hoje “brinca” de kart, carros, e claro, moto, nos circuitos de Estoril e (quando dá!) em Portimão, também. É patrocinador principal e manager do piloto brasileiro Danilo Lewis , que corre o Italiano de Stock 600cc Michelin Power Cup  e o TNT Superbike no Brasil. Destemido, trabalha intensamente no projeto “Brasil no pódio da MotoGP 2015”.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br