Danilo Lewis conta um pouco sobre sua experiência na Itália

Após sua primeira temporada na Itália, conversamos um pouco com Danilo Lewis, que voltou ao Brasil nesta semana, em busca de maiores informações sobre sua experiência no Michelin Power Cup.

Danilo participou das 5 etapas do Michelin Power Cup, campeonato ligado ao CIV (Campeonato Italiano Velocità) que tem total suporte da Federação Italiana de Motovelocidade.

Mugello, em 17 de Abril
Total de inscritos: 33 pilotos
Classificação na primeira bateria classificatória: 22º
Classificação na segunda bateria classificatória: 12º
Classificação final na corrida: 20º
 
Magione, em 29 de Maio
Total de inscritos: 28 pilotos
Classificação na primeira bateria classificatória: 7º
Classificação na segunda bateria classificatória: 9º
Classificação final na corrida: 8º
 
Franciacorta, em 19 de Junho
Total de inscritos: 28 pilotos
Classificação na primeira bateria classificatória: 9º
Classificação na segunda bateria classificatória: 9º
Classificação final na corrida: 10º
 
Vallelunga, em 10 de Julho
Total de inscritos: 29 pilotos
Classificação na primeira bateria classificatória: 14º
Classificação na segunda bateria classificatória: 7º
Classificação final na corrida: 10º
 
Misano, em 18 de Setembro
Total de inscritos: 29 pilotos
Classificação na primeira bateria classificatória: 14º
Classificação na segunda bateria classificatória: 7º
Classificação final na primeira corrida: 10º
Classificaçao final na segunda corrida: 11º
 
Com ótimas posições de Danilo devido a sua participação inicial no campeonato, onde ele não conhecia nenhuma pista, muito menos o nível técnico da equipe e dos adversários, a equipe QDP Honda recebeu um convite para que Danilo participasse como wild card de uma etapa do Trofeo Italiano, categoria muito conhecida em território italiano.

"Quando soube que correria novamente em Franciacorta como wild card, senti muita confiança nesse final de semana pois sabia que poderia ficar entre os melhores já que eu tinha uma noção da pista. Diferente das outras etapas que eram inéditas para mim.", explicou.
 
Franciacorta, em 4 de Setembro
Total de inscritos: 17 pilotos
Classificação na primeira bateria classificatória: 4º
Classificação na segunda bateria classificatória: 7º
Classificação final na corrida: 3º
 
"Eu gostei muito de correr na Itália neste ano. Sem dúvida que foi um aprendizado para mim. O nível europeu é muito diferente daqui e a organização dos campeonatos acabam trazendo maior competitividade em cada etapa.

Espero que tenha sido a primeira experiência de muitas que virão.", acrescentou Danilo que agora deve ficar no Brasil até o final do ano para participar das etapas do TNT SuperBike e outros eventos com patrocinadores.
 
Danilo Lewis tem o apoio do Blog do Giglio, Udiaço, Go! Motos e Corneta Ferramentas.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br