Chris Vermeulen no WSBK em 2010

O australiano será substituído na Rizla Suzuki por Álvaro Baustista e tem lugar garantido no Mundial de Superbike, na Kawasaki.

Por Roberto Brandão

Chris Vermeulen está com grandes expectativas para seu retorno ao campeonato Mundial de Superbike em 2010, e quer levar a Kawasaki de volta aos cinco melhores.

Vermeulen, que já correu no WSBK na equipe Ten Kate Honda, gastou os últimos quatro ano correndo na MotoGP pela Suzuki, uma parceria que rendeu apenas uma vitória, em Lê Mans com chuva, e seis pódios.

Com o anúncio da confirmação de que o australiano será substituído pelo piloto da 250GP, Álvaro Bautista, na temporada 2010, Vermeulen se juntará à “equipe verde” na próxima temporada com a intenção de voltar ao topo do Superbike.

Com a Kawasaki, que se retirou da MotoGP no começo de 2009 para concentrar os gastos e recursos no campeonato Mundial de Superbike no ano que vem, Vermeulen tem o desafio de restabelecer a fábrica como uma marca de força.

“Eu conversei com Yoda-san (diretor da Kawasaki Ichiro Yoda) e ele me convenceu de que a Kawasaki está preparada para focar todos os seus recursos e atenção para se tornar uma campeã do WSBK. É isso que eu quero, ganhar corridas e um grande desafio”, disse o australiano.

Tendo terminado as últimas quatro temporadas bem atrás de suas rivais japonesas e conseguido sua última vitória com Chirs Walker, em 2006 no circuito de Assen, a Kawasaki usará a experiência de Vermeulen para ajudar a desenvolver uma sucessora da ZX-10R para a temporada de 2011.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br