Chefão da F-1 critica Schumacher

Para Bernie Ecclestone, alemão corre sério risco de sofrer um grave acidente no motociclismo.

Por Leandro Alvares

Bernie Ecclestone, o “manda-chuva” da Fórmula 1, falou pela primeira vez sobre o que pensa em relação às aventuras do aposentado Michael Schumacher pelo mundo do motociclismo.

O dirigente da FOM (Formula One Management) questionou a postura do heptacampeão, advertindo-o sobre os riscos de sofrer um grave acidente durante suas “brincadeiras” com os veículos de duas rodas.

“Na Fórmula 1, ele sempre defendeu a busca por mais segurança. Agora, ele corre de moto! Não entendo por que está se colocando em risco de sofrer um sério acidente. É algo que não faz sentido para mim”, disse Ecclestone, de 77 anos.

Schumacher esteve em Barcelona, no último fim de semana, acompanhando a quarta etapa da principal categoria do automobilismo. Lá, negou qualquer possibilidade de disputar uma corrida da MotoGP.

“Certamente não. Quem viu o que estou fazendo, percebeu que estou apenas me divertindo. A MotoGP é um negócio sério. Disputar uma corrida para fazer um papelão não seria nada interessante para mim e uma falta de respeito com os pilotos que se dedicam à modalidade”, afirmou o tedesco.

“Sou velho o bastante para decidir o que quero ou não fazer. Por isso, estou muito feliz com as minhas realizações neste ano”, concluiu.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br