Brasileiro tem novos líderes do campeonato

Apenas Gilson Scudeler se manteve à frente de sua categoria, após a 2ª etapa do certame.

Por Leandro Alvares

Cerca de 12 mil pessoas acompanharam de perto, neste domingo, as emoções da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. A rodada aconteceu no seletivo traçado de Santa Cruz do Sul (RS), que foi tomado por 117 pilotos, divididos nas categorias 250cc, 250cc Jr., Hornet (600cc) e Superbike (1000cc).

Na classe destinada às jovens promessas do motociclismo, a vitória foi alcançada por Otávio Lucchini. O resultado, somado ao segundo lugar na prova de abertura do torneio, em Interlagos, garantiu ao pequeno a liderança da classificação. “Fiquei muito feliz com a vitória. Andei sempre entre os primeiros e o público gostou bastante da corrida”, comentou.

Campeão da extinta 125cc, Murilo Ribeiro conquistou pela primeira vez o lugar mais alto do pódio das 250cc. “Consegui imprimir um ritmo forte e não me senti cansado. Espero conseguir repetir os bons resultados nas próximas etapas”, afirmou o corredor.

Entre as feras da Hornet, categoria que demonstrou ser uma das mais competitivas deste ano, Carlos Cruz sagrou-se o vencedor. “Foi extremamente difícil e tive que esperar a última volta para confirmar o resultado”, disse. “Disputei posições o tempo todo com o Fábio Peasson e o Doca (Alecsandre Brieda). Por fim, terminei na frente e estou muito feliz”, completou o novo líder do certame.

Na Superbike, Gilson Scudeler valeu-se da experiência e competência de campeão para terminar na frente. Venceu, aliás, aquela que deveria ter sido a segunda prova da rodada dupla. A primeira acabou prejudicada por um acidente de Cristiano Vieira, cuja moto derramou grande quantidade de óleo na pista e motivou a paralisação do evento por quase duas horas.

“Foi a terceira vitória da minha carreira em Santa Cruz do Sul”, destacou Scudeler. “A organização da prova resolveu de forma excelente o problema do derramamento de óleo na pista. O piso não estava escorregadio e a segurança ficou garantida”, elogiou.

A terceira etapa do campeonato está marcada para os dias 28 e 29 de julho, em Cascavel, no Paraná.

Confira a classificação do Brasileiro:

250cc
1) Murilo Ribeiro, 47 pontos
2) Marciano Santin, 41
3) Maico Teixeira, 31
4) Osmar Cefrin, 21
5) Renan Alves, 20
6 Bruno Schunk, 14
7) Marcos Nishimoto, 11
8) Frederico de Almeida, 11
9) Marcos Mardegan, 10
10) Marlinton Teixeira, 9

250cc Jr.
1) Otávio Luchinni, 38
2) Douglas Figueiredo, 36
3) Diego Faustino, 16
4) Lucas Mattei, 13
5) Jefferson do Carmo, 11
6) Danilo Lewis, 10
7) Heitor de Oliveira, 9
8) Ricieri Luvizotto, 8
9) Antonio Casalinho, 7

Hornet
1) Carlos Cruz, 45
2) Alecsandre Brieda, 43
3) Fábio Peasson, 30
4) Alexandre Silvestre, 21
5) Paulo Defavari, 21
6) William Marinho, 20
7) Alan Saraiva, 15
8) Eduardo Zampieri, 11
9) Caio Sérgio, 9
10) Mauro Laguna, 9

Superbike
1) Gilson Scudeler, 70
2) Pierre Chofard, 51
3) Luiz Cerciari, 44
4) Danilo Andric, 34
5) Leandro Panades, 27
6) Murilo Colatreli, 26
7) Cristiano Vieira, 24
8) Robson Portaluppi , 24
9) Pablo Martins, 24
10) Marco Brunheroto, 23

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br