BRASILEIRO EM CAMPO GRANDE

Terceira etapa da Motovelocidade registrou a vitória dos pilotos tidos como favoritos.

Por Leandro Alvares

Gilson Scudeler, Bruno Corano, Alecsandre Brieda, Marciano Santin e Murilo Ribeiro deixaram o autódromo de Campo Grande com um sorriso em comum. O motivo: eles foram os vencedores da terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, disputada neste domingo.

A primeira categoria a contagiar o público que lotou as arquibancadas do circuito sul mato-grossense foi a das 125cc. Desde a largada, a briga pela liderança foi acirrada entre Murilo Ribeiro e Eric Granado, mas com vantagem para o líder do campeonato, que logo se impôs sobre o adversário para garantir a terceira vitória consecutiva no ano. Granado, assim como nas provas anteriores, terminou em segundo. Otávio Lucchini foi o terceiro, mesma posição que ocupa na classificação do certame.

Nas 250cc, a corrida terminou antes do previsto, com apenas 11 das 19 voltas programadas. Fabio Peasson levou um tombo numa curva e precisou de atendimento na pista. Como o carro dos médicos precisou entrar na pista para socorrê-lo, os pilotos receberam bandeira vermelha, o que indicava o final da prova.

Marciano Santin, que largou na pole e liderava até o incidente, acabou subindo no lugar mais alto do pódio. William Pontes e Juracy Rodrigues terminaram em segundo e terceiro. “Eu só tenho de agradecer a Jesus, que quis a minha vitória”, disse o católico Marciano.

No páreo das 500cc, Alecsandre Brieda, o Doca, manteve sua hegemonia e confirmou ser o favorito disparado ao tricampeonato. O piloto venceu com tranqüilidade e abriu 19 pontos de vantagem sobre o vice-líder da classe, Gilson Pessoa, terceiro colocado em Campo Grande. Carlo Alberto de Campos terminou em segundo. “A corrida foi bastante difícil, principalmente por causa do vento”, afirmou Doca.

Última corrida do dia, a Superbike / Supersport não desapontou os torcedores. Scudeler faturou a segunda vitória em 2006, mas precisou controlar os ataques de Pierre Chofard e Leandro Panadés, segundo e terceiro, respectivamente.

Logo atrás, a briga na Supersport também chamava a atenção. Thiriet, Colatreli e Danilo Andric lutavam pela dianteira e, num momento de falta de sorte, foram para o chão e abandonaram a prova. Andric caiu e a moto “andou sozinha”, atingindo Colatreli logo à frente. Thiriet conseguiu desviar dos dois pilotos e assumiu a liderança, mas relaxou quando a equipe fez sinal para o corredor “ter cabeça no lugar” e se manter na ponta. Quase uma volta depois, caiu e também abandonou.

Sem os principais rivais, o primeiro lugar caiu no colo de Bruno Corano, que marcou mais 25 pontos e pulou para o topo da classificação, com 54 pontos, superando Thiriet e Colatreli, que estavam empatados com 45.

A quarta etapa do Brasileiro está marcada para os dias 15 e 16 de julho, em Curitiba. O principal torneio de Motovelocidade nacional ainda passará por São Paulo (duas vezes), Brasília e novamente por Campo Grande.

Confira os resultados no Mato Grosso do Sul:

125cc
1) Murilo Ribeiro
2) Eric Granado
3) Otavio Lucchini
4) Douglas Figueiredo
5) Lucas Dias Mattei
6) Jefferson Henrique
7) Lucas Teodoro
8) Ricieri Alberto

250cc
1) Marciano Santin
2) William Pontes
3) Juracy das Neves
4) Osmar Cefrin
5) Maico da Silva
6) Delson Ourique
7) Marcelo Augusto Cristal
8) Davdson Jacauna
9) Rubens Pacheco

500cc
1) Alecsandre Brieda
2) Carlos Alberto de Campos
3) Gilson Pessoa
4) Fábio Luiz Rodrigues
5) Norton Domingues
6) Mauro Thomassini
7) Eduardo Costa Neto
8) Marco Antonio de Souza
9) Mauro Laguna
10) Alan Ricardo Saraiva

Supersport
1) Bruno Corano
2) Ricardo Kazuo
3) Daniel Gurgel Mendonça
4) Paulo Amaral Bortolucci

Superbike
1) Gilson Scudeler
2) Pierre Chofard
3) Leandro Panadés
4) Luiz Cerciari
5) Alexandre Kracik Rosa Junior
6) Ricardo Mauro Gornati

Campeonato:

125cc
1) Murilo Ribeiro, 75 pontos
2) Eric Granado, 60
3) Otavio Lucchini, 48
4) Douglas Figueiredo, 35

250cc
1) William Pontes, 56 pontos
2) Fabio Peasson, 45
3) Marciano Santin, 41
4) Ana Lima, 38

500cc
1) Alecsandre Brieda, 75 pontos
2) Gilson Pessoa, 56
3) Carlos Alberto de Campos, 49
4) Sergio Ferreira, 35

Supersport
1) Bruno Corano, 54 pontos
2) Murilo Colatreli, 45
3) Philippe Braga Thiriet, 45
4) Ricardo Kazuo, 30

Superbike
1) Gilson Scudeler, 70 pontos
2) Pierre Chofard, 52
3) Pablo Henrique Martins, 45
4) Leandro Panadés, 42

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br